Prefeitura inicia construção do Pavilhão I no Mercado da Torre

Por - em 108

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) deu início à construção do Pavilhão I do Mercado da Torre para abrigar cerca de 60 comerciantes cadastrados pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb). O serviço só foi iniciado após a conclusão do trabalho de relocação dos trabalhadores que já possuíam boxes no local. Eles foram transferidos para outras áreas dentro do próprio mercado até que esta etapa seja finalizada.

O empreendimento conta com um investimento de R$ 6 milhões e deve beneficiar 240 comerciantes. Paralelo ao trabalho de construção do Pavilhão I também está sendo realizada a retirada da estrutura metálica do Pavilhão Principal, que terá parte da estrutura de concreto mantida para preservação da arquitetura original. Todo o trabalho está sendo executado com cautela por causa do comprometimento do material, que nunca foi trocado desde a inauguração do Mercado em 1962.

Segundo o chefe da Divisão de Mercados da Sedurb, Antônio Amaral Cunha, apesar do período chuvoso que se instalou em João Pessoa nos últimos meses, o cronograma de obras do Mercado da Torre não foi comprometido. “A previsão de entrega total da obra continua sendo o próximo ano”, afirma. Desde o início das obras foi executada toda a parte de demolição dos antigos boxes da área interna e externa do local.

Etapas – A obra foi dividida em três etapas. Todo o projeto prevê a restauração da parte interna e externa, desde a coberta, piso, drenagem, rede de esgoto, parte hidráulica e elétrica, além de vagas para estacionamento e área para carga e descarga. Os trabalhos de reforma estão sendo coordenados pelas Secretarias de Planejamento (Seplan), Infraestrutura (Seinfra) e Desenvolvimento Urbano (Sedurb).

Setorização – Após a reforma, os moradores do bairro da Torre e comerciantes irão dispor de um mercado dentro dos padrões de acessibilidade, higiene e segurança utilizados nas demais construções da PMJP. No local, os comerciantes terão suas mercadorias divididas por setor, separando frutas, carnes, derivados do leite, mangaios e serviços.