Prefeitura instala e recupera iluminação de ruas e praças

Por - em 32

Ruas, praças e avenidas que antes estavam praticamente às escuras, hoje contam com o serviço de iluminação pública instalado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), numa ação continuada desde 2006 através do Projeto ‘Cidade de Luz’. Nesse período, já foram implantados 24,55 quilômetros de iluminação ornamental em vias que antes não dispunham desse tipo de benefício.

Além disso, 14 praças e o Mercado Público do Valentina Figueiredo também receberam um novo sistema de luz e houve a ampliação do serviço em 6,2 quilômetros da cidade. O investimento total no Projeto ‘Cidade de Luz’ foi em torno de R$ 2,6 milhões.

Ampliação – Para este ano, a PMJP pretende estender ainda mais o serviço. De acordo com o chefe da Divisão de Iluminação da Secretaria de Infra-estrutura (Seinfra), Erivalter Rodrigues, serão instalados mais 11 quilômetros de iluminação ornamental, atingindo bairros como Mandacaru, Bessa, Bancários e Colinas do Sul.

Em 2008, o Governo Municipal também pretende ampliar a cobertura da iluminação convencional, reforçando o benefício em um total de 26 quilômetros de extensão, em ruas e avenidas que não contam com o funcionamento pleno desse setor, em parceria com o programa ‘Reluz’ do Governo Federal.

“A cidade está ficando mais alegre e mais segura. Ouvimos depoimentos da população que nos trechos agora iluminados houve uma diminuição no número de assaltos e investidas de bandidos. Sem contar que ruas e praças iluminadas são sinônimo de uma cidade cuidada, que garante qualidade de vida aos seus moradores”, comentou.

Em 2006 – Erivalter Rodrigues lembrou que o programa ‘Cidade de Luz’ teve início em 2006, quando foi implantada iluminação nas avenidas Hilton Souto Maior, Acesso Oeste, Flávio Ribeiro Coutinho (Retão de Manaíra) e João Crisóstomo Ribeiro Coutinho, que faz a ligação entre a comunidade do Timbó, no Bancários, com o bairro do Altiplano. A avenida Comendador Renato Ribeiro Coutinho, principal acesso para estudantes da Escola Superior da Magistratura, no Altiplano, também foi iluminada.

Por meio desse projeto também foram viabilizadas a implantação e recuperação de várias praças da cidade, como Praça da Paz (Bairro dos Bancários), Alcides Carneiro (Manaíra), Tiradentes (Torre), Aquiles Leal e Bela Vista (Jaguaribe), Coqueiral (Mangabeira), Praça Bela (Funcionários II) e Oswaldo Pessoa (Penha).

Os serviços contemplaram a manutenção das principais vias de circulação de veículos da Capital, como Epitácio Pessoa, Rui Carneiro, orla marítima, Tancredo Neves, Beira Rio, trecho da BR-230 (Oitizeiro até o bairro de Manaíra), Nina Lima (Varadouro), Cemitério da Boa Sentença e São Sebastião e as praças João Pessoa, Venâncio Neiva (Pavilhão do Chá), do Bispo e Vidal de Negreiros, todas no Centro, mais a Castro Pinto (Jaguaribe) e Dom Adauto (Varadouro).

Naquele ano foram investidos pelo menos R$ 1,7 milhões em iluminação desses logradouros, sem contar com a substituição de mais 4,5 mil lâmpadas de vapor de mercúrio por vapor de sódio. “Fizemos isso para economizar. Enquanto as outras consomem 80 kilowatts de energia as novas consomem 70 kilowatts”, explicou Erivalter Rodrigues.

Em 2007 – No ano passado, o ‘Cidade de Luz’ possibilitou a iluminação de parte da avenida Pedro II, na altura do Campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e da avenida Governador Antônio Mariz, que liga o bairro do Altiplano a avenida Hilton Souto Maior, no José Américo. O investimento foi de R$ 400 mil.

O Governo Municipal também ampliou a iluminação pública convencional de bairros como Cristo Redentor, Boa Esperança, Bessa, Altiplano, Água Fria, Mangabeira, Funcionários IV e Castelo Branco. Nesse trabalho, a PMJP investiu cerca de R$ 200 mil, de acordo com o chefe da Divisão de Iluminação da Seinfra.

As praças Aristides Lobo e Pedro Américo (Centro), Coqueiral (Mangabeira), Bela (Funcionários II) e do Caju (Bessa) também receberam iluminação adequada, através do programa ‘Cidade de Luz’, com investimentos aproximados de R$ 280 mil.