Prefeitura intensifica ações de combate à dengue na Capital

Por - em 33

Um conjunto de ações está sendo realizado pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), para minimizar a quantidade de casos de dengue na Capital. Várias áreas da cidade estão recebendo ações educativas, 1.900 profissionais de saúde estão passando por capacitações para melhorar o atendimento à doença na rede de saúde municipal e cada um dos cinco distritos sanitários de João Pessoa está mobilizando diariamente Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Saúde Ambiental (ASA) para a descoberta de focos e destruição dos mosquitos transmissores da dengue.

A iniciativa integra o plano de contingência contra a dengue na Capital, elaborado desde outubro de 2010, e que está tendo as ações intensificadas desde o início deste ano. “Somos o município pioneiro na criação de um plano de contingência contra a dengue na Paraíba. Trabalhamos hoje em conjunto com a vigilância ambiental e todos os distritos do município na busca de focos e destruição de mosquitos, utilizando a bomba postal e os carros fumacê”, explica Talita Tavares, diretora de Vigilância à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “Nos casos em que já identificamos o foco, o veneno é utilizado ativamente ou fazemos a retirada mecânica. Nos casos em que já existe a notificação de casos de dengue na localidade, a solução é passar o fumacê para matar o mosquito que já circula no local”, complementa.
           
Apenas no mês de fevereiro, cerca de 1.900 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e agentes comunitários, estão participando de capacitações para melhorar o atendimento à população e agilizar a detecção de novos casos. Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Saúde Ambiental (ASA) participaram de um curso de capacitação promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). O treinamento, realizado de 1º a 12 de fevereiro, foi voltado para preparar o profissional no combate à dengue e reuniu aproximadamente 1.500 pessoas.

Em relação a médicos e enfermeiros, cerca de 440 profissionais da rede de Atenção Básica à Saúde de João Pessoa e representantes da rede hospitalar do município estão participando de um curso de qualificação do manejo clínico para a dengue. A ação ocorre em duas etapas, de 14 a 16 de fevereiro e de 21 de fevereiro a 02 de março, e está sendo realizada com profissionais da enfermagem e médicos da rede municipal de saúde.  

Além das capacitações, Talita destaca que as ações nos distritos sanitários são imprescindíveis para potencializar o combate à dengue. “Estamos trabalhando junto aos distritos, realizando arrastões e práticas educativas nas comunidades. Cada distrito, de acordo com sua articulação, entra em contato com líderes comunitários, usando escolas e espaços da comunidade para estimular ações preventivas, buscando a prevenção à dengue”, destaca Talita.

Formação de Comitê – Na sexta-feira (11) a prefeitura oficializou a criação do Comitê de Acompanhamento do Plano de Contingência Municipal de Saúde em Combate à Dengue. Com a criação, um grupo de parceiros se reuniu para discutir e se comprometer a desenvolver ações que contribuíssem para a execução do plano de contingência contra a dengue da Secretaria Municipal de Saúde. Participaram da reunião, representantes das secretarias municipais de Saúde, Meio Ambiente, Infraestrutura, Planejamento, Comunicação, Educação, bem como Emlur, Cagepa, Orçamento Democrático, Ouvidoria Municipal e STTrans.

A remoção de pneus e material identificados nos terrenos baldios por parte da Emlur, a vinculação de mensagens educativas na conta mensal da Cagepa, além de avaliação das instalações em busca da presença de possíveis focos, foram algumas das ações imediatas as quais se comprometeram realizar os grupos que participaram da reunião. Também ficou definida a inclusão no projeto político-pedagógico das escolas e creches da rede municipal de ensino de temas referentes ao combate à dengue pela Secretaria de Educação, e a orientação das comunidades quanto ao destino do lixo, pela Secretaria de Meio Ambiente.

Nesta quinta-feira (17), em conjunto com parceiros intersetoriais do município, o comitê se reúne novamente para avaliar o andamento das demandas e estabelecer novas discussões para o combate à doença. “A atuação deste grupo faz com que cada setor envolvido, e não apenas a saúde, possa contribuir no combate à dengue”, enfatiza a secretária municipal de Saúde, Roseana Meira.