Prefeitura libera ordem de serviço para investimento de R$ 15 milhões em obras de urbanização

Por - em 68

As Comunidades do Timbó, Santa Clara, Boa Esperança e o Conjunto Gervásio Maia receberão obras de urbanização por parte da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) a partir da primeira semana de julho. Os investimentos são na ordem de R$ 15.096.824,13 a serem aplicados em serviços de infraestrutura. A autorização para o início das obras foi assinada nesta terça-feira (19) pelo prefeito Luciano Agra, durante reunião no gabinete do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria.

“A Prefeitura garante mais uma vez obras de urbanização em quatro comunidades da Capital, que são consideradas ZEIS (Zonas Especiais de Interesse Social) e que receberão serviços de melhorias, principalmente nas vias públicas e também de contenção de encostas; nesse último caso, garantindo maior segurança para os moradores dessas áreas. O governo municipal faz assim a sua parte, aplicando recursos de mais de R$ 15 milhões, provenientes em sua maioria do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb)”, ressaltou o prefeito.

Obras – A ordem de serviços prevê a realização de obras de drenagem e pavimentação em diversas ruas na Comunidade Boa Esperança, no Cristo Redentor; pavimentação em paralelepípedos em ruas do Gervásio Maia; drenagem pluvial e contenção de encosta na Comunidade Santa Clara, no Castelo Branco; além de serviços de drenagem, contenção e estabilização de encostas, pavimentação e saneamento na Comunidade do Timbó, no bairro dos Bancários. A responsabilidade das obras ficará por conta da Construtora Caenge S.A.

O secretário de Infraestrutura do Município, Marcelo Cavalcanti, explica que após alguns ajustes a serem definidos com a construtora, os trabalhos devem começar já na primeira semana de julho. “Para as comunidades Boa Esperança, Santa Clara e o Gervásio Maia, as obras devem durar cerca de seis meses. Já na Comunidade do Timbó, onde as intervenções serão mais amplas, a previsão é de conclusão em aproximadamente 12 meses”, explicou.

Timbó – Os trabalhos de urbanização na Comunidade do Timbó, por exemplo, são uma reivindicação dos moradores e que agora será efetivamente atendida, reforça o prefeito Luciano Agra. “Incluindo todas as intervenções que estão em andamento, com a construção de unidades habitacionais e agora de urbanização, a Comunidade do Timbó receberá investimentos totais da Prefeitura no valor de cerca de R$ 12 milhões”, afirmou o gestor.

O secretário de Habitação Social do Município, José Guilherme, explica que 50 famílias que moravam próximas à encosta do Timbó já foram relocadas para novas unidades habitacionais. Atualmente outras 136 unidades também estão sendo construídas no local.

Também participaram da reunião de assinatura da ordem de serviço os secretários municipais de Planejamento, Aldo Prestes; Finanças, Antônio Davino; e adjunto da Administração, Marcos dos Santos.