Prefeitura melhora qualidade de vida de pacientes com HIV

Por - em 16

O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vem melhorando a qualidade de vida de pessoas que convivem com o vírus HIV. Com a nova unidade, inaugurada em junho deste ano, a Capital Paraibana se tornou referência no tratamento e acompanhamento de pacientes. Segundo dados do Ministério da Saúde (MS), dentre as Coordenações de DST/AIDS do país, João Pessoa é exemplo no assunto.

O prédio do CTA é dotado de laboratório, cinco salas para acolhimento, farmácia, consultório, além de uma biblioteca e academia de ginástica. Em 2004 foram realizados pouco mais de 4,5 mil exames na unidade. Em 2009, o número chegou à marca de 23.700 exames, em sete especialidades diferentes.

Para o diretor do CTA, Roberto Maia, esse aumento na demanda se deu principalmente pelas campanhas de conscientização e pela centralização nos exames de pré-natal. Os PSFs encaminham as gestantes para que elas realizem todos os exames exigidos e assim garantir a saúde dos seus filhos, afirmou o coordenador. Na unidade são realizados teste de HIV, VDRL (sífilis), rubéola, toxoplasmose, entre outros.

Com a inauguração do novo Centro de Testagem e Aconselhamento, foram gastos R$ 150 mil na parte estrutural, R$ 300 mil com a compra de novos equipamentos, cujo quantitativo veio dos cofres do Tesouro Municipal, além de R$ 1,5 milhão anual, gasto na compra de kits para exames, sendo esse montante também com recursos próprios.

Para Roberto Maia, as instalações do prédio fazem parte de todo um trabalho de atenção que abrange capacitação profissional e interação das equipes do Centro com as Unidades de Saúde da Família (USFs). “Mas é importante salientar que existe outro ponto que faz de João Pessoa referência, o atendimento humanizado”, afirmou o diretor. Roberto Maia disse que um atendimento mais humano e atencioso torna o tratamento menos doloroso para o paciente.

Humanização – O CTA aposta na melhora dos pacientes através de um atendimento humanizado e o acolhimento para quem deseja realizar o teste HIV. “De forma quase natural, no guichê de informações, a atendente pergunta se a pessoa viveu alguma situação de risco e se prefere fazer o teste rápido – onde o resultado sai em dez minutos – ou quer fazer o Elisa, teste cujo resultado só sairá em uma semana. Muitos resolvem fazer o teste rápido para resolver de uma vez a agonia”.

Funcionamento – O horário de funcionamento do CTA é das 7h às 17h, de segunda à sexta-feira. Mais informações sobre o Centro e os serviços disponibilizados podem ser obtidas pelos telefones 3214-6091 ou 3214-6092.