Prefeitura oferece assistência às famílias vítimas das chuvas

Por - em 63

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) já atendeu 728 famílias desde a madrugada desta quinta-feira (28). Vítimas das chuvas, essas famílias tiveram suas casas interditadas pela Coordenadoria Municipal da Defesa Civil (Comdec) porque ofereciam riscos de desabamento ou estavam alagadas. Elas foram encaminhadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) para abrigos temporários, onde estão recebendo mantimentos, atendimento médico e toda a assistência necessária.

Segundo Antônio Jácome, secretário da Sedes, está sendo realizada uma força-tarefa desde as 3h desta quinta para atender as pessoas que se encontram em áreas de risco. “Visitamos vários locais junto com a Defesa Civil e colocamos as famílias em pontos de abrigos provisórios, até que possam voltar as suas casas. Todas tiveram assistência médica da Secretaria de Saúde, receberam cestas básicas, colchões e cobertores”, disse.

Segundo o coordenador da Comdec, Noé Estrela, até a tarde desta quinta, todas as áreas mais urgentes foram visitadas, como as comunidades São José, Tito Silva, São Rafael, Padre Hildo Bandeira, Timbó e Alto do Mateus, além de outros chamados emergenciais.

A Agência Executiva de Gestão de Águas do Estado da Paraíba (Aesa) afirmou em menos de 24 horas foi registrada a maior precipitação de chuvas do mês de junho, o que equivale a 151,6 mm.

Atendimento 24h – As equipes continuarão no trabalho de monitoramento. Em caso de emergência, a população pode acionar a Defesa Civil pelo número 0800-285-9020, disponível 24 horas, todos os dias da semana. A chamada é gratuita.

Limpeza de galerias – A Secretaria de Infraestrutura está concentrando esforços para minimizar os estragos provocados pelas chuvas e prevenir mais transtornos. As ações de manutenção são voltadas para a limpeza e desobstrução de galerias, resolução de pontos de alagamentos e apoio às ações da Defesa Civil. Essas atividades são realizadas durante todo o ano, mas com a incidência de chuvas é preciso intensificar os trabalhos.

As equipes trabalham nos bairros de Mangabeira (Hilton Souto Maior), Jaguaribe (nas vias próximas à feira), Água Fria (nas proximidades do Centro Administrativo Municipal), no Centro e nas avenidas Epitácio Pessoa, Dom Pedro II (com a Bento da Gama), João Machado (próximo à Cândida Vargas) e lateral da Unipê.

Previsão da Aesa– De acordo com a Aesa, este mês já choveu 532,3 mm, o que corresponde a 76,4% a mais do que a média histórica para junho. A metereologista Marle Bandeira disse que as chuvas devem continuar nas próximas 24 horas, com períodos de estiagem, devendo chover mais durante à noite e a madrugada.