Prefeitura programa diversas ações educativas e culturais nesta quinta

Por - em 51

Para marcar o Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta quinta-feira (8), a Prefeitura de João Pessoa preparou uma programação especial com várias atividades educativas e culturais na cidade. As ações fazem parte do Mês da Cidadania Ativa para as Mulheres, coordenado pela Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres.

As atividades começam logo cedo com a VIII Caminhada das Mulheres da Emlur, que este ano traz a temática “Nós somos, nós podemos”. A concentração da caminhada será em frente ao Teatro Santa Roza, a partir das 8h, e segue até o Ponto Cem Réis, onde está instalada a Feira “Mulheres Empreendedoras em Movimento”, com a participação de 250 artesãs expondo artigos artesanais e de culinárias.

A partir das 17h, o Ponto Cem Réis será palco para as atividades culturais, com a ciranda de Vó Mera, o som do Grupo Sonora Samba Groove, eatro e o show da cantora paraibana Cátia de França. Ainda na noite da quinta-feira, a Estação Cabo Branco – Ciências, Cultura e Arte promove, a partir das 18hs, o “Quinta com Jazz”, com Grupo de Mulheres e a participação especial de Lucy Alves.

O Mês da Cidadania Ativa para as Mulheres este ano aborda o tema “Um dia é pouco. Nós ganhamos um novo tempo” que remete aos sete anos de criação da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres. A programação do Mês da Mulher segue até o final de março com várias ações educativas, de formação e cultural.

A Secretaria – Após a criação da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, João Pessoa conta hoje com o Centro de Referência da Mulher Ednalva Bezerra, que atende e orienta mulheres em situação de violência. Desde a inauguração do serviço, em 2007 já foram registrados 1.255 atendimentos.

Empreender Mulher – Investimento de R$866.770,00 em financiamento para grupos de mulheres empreendedoras. No total foram beneficiadas 6.727 mulheres.

Habitação – A Prefeitura dá prioridade para as mulheres em situação de violência, trabalhadoras domésticas e mulheres com HIV/Aids, além de garantir a titularidade de todos imóveis.

Feira Mulheres Empreendedoras – Beneficia cerca de 250 mulheres com exposição dos artesanatos, além de integrá-las em formações e qualificação dos seus produtos. A proposta da Feira é dar visibilidade ao artesanato local e contribuir com o escoamento dos produtos.

Educação – Aumento no número de Centros de Referências de Educação Infantil (Creis) e Escolas. São 13 Escolas implantadas em tempo integral e 44 Creis na cidade e mais 05 que estão em construção. Essa política contribui com a inserção da mulher no mercado de trabalho, já que elas dispõem destes serviços para deixar os filhos enquanto trabalham.

Certificação – Na tarde desta quinta-feira (7), a Prefeitura certificou a primeira turma de Doulas Voluntárias, que prestará serviços no Instituto Cândida Vargas. Dezessete mulheres foram capacitadas com o objetivo de acolher e orientar as gestantes no período do pré-parto, parto e pós-parto.