Prefeitura promove mutirão contra o Diabetes, no Centro do Idoso

Por - em 21

Nesta quarta-feira (14), Dia Mundial do Diabetes, a Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Saúde (SMS), fará uma mobilização de conscientização e prevenção contra a doença. As atividades terão início a partir das 7h, no Centro de Atenção Integral ao Idoso (ao lado do Hospital Santa Isabel), onde serão realizados testes de glicemia, aferição de pressão e orientações sobre prevenção e controle do diabetes. Usuários do Posto de Saúde da Família (PSF) Jardim Miramar I também serão beneficiados com os serviços.

“É preciso aproveitar a oportunidade para mostrar à população que é possível conviver com o diabetes, levando uma vida normal. Ao mesmo tempo, devemos mostrar como evitar certos hábitos que acabam levando ao desenvolvimento da doença”, explicou a coordenadora do Centro de Atenção Integral ao Idoso, Irene Delgado Araújo.

Dados da International Diabetes Federation (IDF) mostram que a cada ano cerca de 70 mil crianças desenvolvem diabetes tipo 1. Pelo mundo, 440 mil crianças com menos de 14 anos têm diabetes tipo 1. O tipo 2, que antes se desenvolvia apenas em adultos, está aumentando com uma rapidez alarmante, especialmente entre minorias étnicas. Esse fato é decorrência da obesidade e falta de atividade física.

Diabetes – A doença é ocasionada pela falta ou resistência a ação da insulina, levando ao aumento de glicemia (açúcar) no sangue. A insulina é um hormônio fabricado pelo pâncreas – órgão responsável pelo o aproveitamento do açúcar do organismo. Este açúcar vem dos hidratos de carbono. Quando existe pouca insulina ou resistência do organismo a sua ação, o resultado é o aumento das taxas de glicemia (açúcar no sangue).

Sintomas – O diabete do tipo 1 é mais comum em crianças e adolescentes. Os principais sintomas são: sede excessiva, aumento de fome e emagrecimento, aumento do número de vezes em que se urina, mal estar, sonolência, fraqueza, tonturas, cãibras e formigamentos. Deve-se procurar o médico rapidamente ao se suspeitar desta doença. O tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível.