Prefeitura promoverá o festival ‘Agosto das Letras’, de sexta-feira até domingo

Por - em 70

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) realiza pela primeira vez um festival totalmente voltado para o universo da literatura, o ‘Agosto das Letras’, que acontece de sexta-feira (17) a domingo (19), no Centro Cultural São Francisco (CCSF), com atividades de diversas naturezas, a exemplo de debates, shows musicais, oficinas, lançamentos de livros e exposições, que têm como inspiração o fazer literário.

O evento tem o objetivo de congregar leitores, profissionais e estudantes em torno de temas relacionados à arte literária, numa promoção da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

A abertura está marcada para as 18h da sexta-feira (17), na Nave Central da Igreja de São Francisco, com uma exposição ‘Iluminuras de Ariano Suassuna’, a apresentação do livro ‘ABC de Ariano’, de Bráulio Tavares e show musical do ‘Quinteto Itacoatiara’.

Homenageado – Ariano Suassuna, escritor nascido na Capital paraibana e que este ano completou 80 anos, foi escolhido para ser o homenageado da primeira edição do ‘Agosto das Letras’. O projeto vai lembrar também o poeta pessoense Lúcio Lins, que empresta o nome a um dos Concursos Literários que serão lançados ainda este mês pela Funjope.

Durante o festival literário, a Funjope colocará em evidência a literatura feita por pessoas nascidas ou ‘adotadas’ pela Capital paraibana como uma forma de estimular o conhecimento da história da cidade e o fortalecimento de uma identidade cultural através da literatura. “É o primeiro grande passo a caminho da ideal união de forças entre os que fazem a literatura de nossa cidade fluir”, garantiu o diretor executivo da Funjope, Lau Siqueira .

Oficina – Durante os três dias (17 a 19), sempre das 9h às 12h, no Centro São Francisco, acontecerá uma oficina de haikai ministrada pela poeta paranaense Alice Ruiz. O objetivo é familiarizar os participantes com a técnica e a prática do haikai (poesia mínima de origem japonesa).

Será feito um apanhado sintético, uma introdução à ‘filosofia’ zen, em função do haikai ser uma das práticas em direção à ‘iluminação-satori’. Em seguida, será abordada a técnica e forma, o que inclui algumas noções da escrita ideogrâmica. Haverá a análise e cotejamento das produções de haikais japoneses e brasileiros, em conjunto. A parte prática começa com exercícios de tradução passando para a criação em conjunto de haikais.

O curso é promovido pela Funjope e é gratuito. As inscrições podem ser feitas desta segunda-feira (13) à quinta-feira (16) na sede da Funjope (praça Antenor Navarro, 6, Varadouro), no horário comercial. São oferecidas 30 vagas e não é necessário conhecimento prévio de haikai ou poesia, “basta o desejo de conhecer”, segundo Alice Ruiz. Para mais informações: 3218-9811/9813 ou 8855-3075.