Prefeitura realiza operação contra a dengue nos seis cemitérios da Capital

Por - em 22

A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), começa nesta terça-feira (30) uma operação de prevenção à dengue nos cemitérios Senhor da Boa Sentença, no Varadouro; Santa Catarina, no Bairro dos Estados; São José, em Cruz das Armas; Cristo Redentor, no bairro homônimo; São Sebastião, no Mussumagro e Nossa Senhora da Penha, na praia da Penha.

Duas equipes de agentes de vigilância ambiental vão utilizar máquinas de borrifadores costal para a eliminação do mosquito Aedes Eegypty na fase adulta, com o objetivo de preparar os cemitérios para as visitas do Dia de Finados (2 de Novembro).

O trabalho será iniciado nesta terça-feira pelo cemitério da Boa Sentença e continuará sendo realizado também nos dias 5, 6 e 7 de novembro com batidas focais em vasos de flores e outros recipientes que acumulam água.

A gerente de vigilância epidemiológica do município, Júlia Vaz, destacou que o trabalho vai evitar que as pessoas, ao visitarem o túmulo dos seus entes queridos, venham a se contaminar pelo mosquito da dengue. Segundo ela, apesar de que os meses de setembro e outubro registraram uma queda considerável em relação ao mesmo período do ano passado dos casos de dengue na Capital, é preciso que os órgãos de saúde e a população não baixem a guarda e continuem atuando na prevenção e no combate à dengue.

De acordo com Djanira Lucena, gerente de vigilância em saúde ambiental e zoonoses, os cemitérios são locais que favorecem a criação de focos do mosquito da dengue devido aos vasos de flores e recipientes que armazenam água parada. Segundo ela, no Dia de Finados, há um fluxo intenso de entrada e saída de pessoas de vários municípios e estados que podem estar contaminadas com algum tipo da dengue.

Ela ressaltou que a cada 15 dais são realizadas ações para eliminação dos mosquitos e batidas de foco nos cemitérios da Capital e, esta operação, servirá para reforçar o trabalho já realizado. “As pessoas que visitarem os cemitérios no dia de finados podem ficar tranqüilas quanto à possibilidade de contaminação da dengue”, informou.