Prefeitura se reúne com representações religiosas reforçando parceria na assistência à população em situação de rua na Capital

Por Eloísa França - em 538

Nesta quarta-feira (6) a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) se reuniu com representações religiosas dos segmentos evangélico e espírita, no Centro Administrativo Municipal (CAM). Na ocasião, além de oferecer o Restaurante Popular da Lagoa e o Centro POP para uso das organizações que fazem a distribuição de alimentos e trabalho assistencial, foi acordado que outros espaços públicos também serão oferecidos pela PMJP, que devem ser definidos até a próxima sexta-feira (8).

O encontro também foi uma oportunidade de estreitar o relacionamento com as organizações religiosas. “A reunião foi muito positiva, o que nos motiva ainda mais a continuar o trabalho e fazer parcerias importantes com a Prefeitura de João Pessoa, que se mostrou muito aberta ao diálogo e reforçamos que a Prefeitura pode contar conosco. Queremos avançar sem receber nada em troca, nosso objetivo é só ajudar as pessoas”, disse Márcio Meira, Bispo da Igreja Anglicana Comunhão.

Luiz Maranhão, representante da Igreja Batista da Orla, classificou a reunião como positiva, principalmente por poderem contar com o apoio da Prefeitura. “Foi muito produtiva a reunião e nós agora podemos contar com apoio da Prefeitura para definir um novo local de distribuição em acordo mútuo e continuar nosso trabalho de ação social, onde distribuímos refeições, realizamos cortes de cabelo, ambulatório e banho”, disse.

“Temos diversas ações da Prefeitura e da Sedes voltadas à população em situação de rua como o acompanhamento do Ruartes, o Centro POP e o Consultório na Rua. Nós só temos a agradecer pela presença de todos aqui, por terem atendido nosso chamado para conversar e esclarecer a verdade dos fatos. Nosso objetivo é esclarecer junto às lideranças religiosas que não houve qualquer tipo de proibição do trabalho de caridade realizado por elas junto às pessoas em situação de rua. O poder público é parceiro e queremos ajudar sempre aqueles que somam ao nosso trabalho”, disse Vítor Cavalcante, secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Lívio Lima, representante da Federação Espírita Paraibana, vê a reunião como a oportunidade de melhorar a organização e expandir o trabalho junto a quem mais precisa. “Esse trabalho já vem de muitos anos e com o passar do tempo vai crescendo, chegando ao ponto em que se precisa mesmo de um pouco mais de organização para gerenciar agendas e escolha de melhores locais. Pudemos identificar e sugerir melhores espaços no município para realizar as atividades e a Prefeitura se colocou à disposição para fornecer a estrutura e qualificar o trabalho”, explicou.