Prefeitura traz mais uma vez a Capital o projeto ‘Música no Museu’

Por - em 21

A capital paraibana recebe novamente a maior série de música clássica do Brasil na atualidade. O evento ‘Música no Museu’ acontece neste domingo (5), às 19h, no Centro Cultural São Francisco, com a apresentação do Duo Milewski, formado pelo violonista polonês Jerzy Milewski e por sua esposa, a pianista brasileira Aleida Schweitzer. A entrada é gratuita e faz parte da temporada Concertos de Outono do projeto. A iniciativa tem o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope) e do Governo do Estado da Paraíba.

O ‘Duo Milewski’ tem uma trajetória de bastante sucesso e já se apresentou em todo o país e em várias cidades do mundo. No repertório estão influências musicais dos grandes compositores brasileiros e poloneses, como as composições “Trois Ecossaises (ópera 72)” e “Mazurka (ópera 62)”, ambas de Chopin, além de “Adios Nonino”, de Piazzolla, “Tico-tico no Fubá”, de Zequinha de Abreu, e “Brasileirinho”, de Waldir Azevedo, a maior expressão nacional do cavaquinho.

O projeto, que está completando 14 anos de trajetória em dezembro deste ano, é considerado a versão brasileira do que acontece nos museus de maior expressão do mundo, a exemplo de Paris (França), Lisboa (Portugal), Nova Iorque (EUA) e Madri (Espanha). A iniciativa surgiu no Rio de Janeiro com o objetivo principal de oferecer música de boa qualidade e incentivar a formação de novas plateias para concertos. A partir de 2007, o evento chegou ao Nordeste, em cidades como Salvador (Bahia) São Cristóvão (Sergipe), Recife e Olinda (Pernambuco) e João Pessoa.

Evento itinerante – Até o ano passado, a iniciativa já levou mais de 250 mil pessoas aos 2,5 mil concertos gratuitos realizados. O ‘Música no Museu’ contou com a participação de mais de 1,5 mil músicos, entre grupos, orquestras, corais e solistas, sendo 80 artistas internacionais.

O projeto divide-se em cinco temporadas anuais – concertos de Verão (janeiro/março), Outono (abril/junho), Inverno (julho/setembro), Primavera (setembro/novembro), além do Grande Concerto de Natal (dezembro).  A produção é da Carpex Empreendimentos, com co-produção da Metraton Produções.

O ‘Música no Museu’ recebeu várias distinções. Entre elas, as mais importantes foram Prêmio Cultura Nota 10 – Ars Viva-Unesco; Embaixador do Rio e Golfinho De Ouro, ambos pela Secretaria de Turismo do Rio de Janeiro; Rankbrasil, pelo recorde brasileiro “Maior Festival de Harpas do Brasil” e “Maior Série de Música Clássica do Brasil”; Admissão na Ordem do Mérito Cultural, diploma concedido pelo presidente da República; Urbanidades, do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB); além de moções honrosas, concedidas pela Assembleia Legislativa, Câmara dos Vereadores e Liga Feminina Israelita, todos do Rio de Janeiro.