Prefeitura vai completar 3.470 casas entregues, até dezembro

Por - em 25

A atual administração da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) deve chegar ao próximo mês de dezembro com 3.470 casas entregues à população da Capital. Isso significa, que nos últimos quatro anos, todos os dias, pelo menos duas famílias da cidade realizaram o sonho da casa própria. Para chegar a essa marca restam apenas 470 unidades a serem entregues oficialmente, já que a maioria delas está ocupada pelos seus novos moradores.

A secretária municipal da Habitação Social (Semhab), Emília Correia Lima, explicou que as novas moradias construídas nesta gestão foram resultado de parcerias com o Governo Federal, através dos programas habitacionais de Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH), de Arrendamento Residencial (PAR), de Carta de Crédito/FGTS (Resolução 460) e de recursos do Orçamento Geral da União (OGU).

“No PSH, os moradores entram com o terreno e o governo com a construção e infra-estrutura básica da área. Casebres e barracos com riscos de desabamento e inabitáveis são transformados em casas de alvenaria, com dois quartos, banheiro, cozinha sala e área de serviço. Em todos os programas, a política de habitação desse governo segue critérios de habitabilidade. Não basta ter onde morar. É preciso que essa moradia atenda às necessidades da família e que seja acompanhada de outras políticas públicas”, disse.

Na comunidade conhecida como Terra do Nunca, no bairro do Róger, foram construídas 57 moradias. São duas ruas inteiras de casas novas e a Prefeitura está viabilizando toda infra-estrutura básica da área, como saneamento e pavimentação e tem projeto para construção de mini-praças na área. Como essas, a Prefeitura, através do PSH, construiu 1.652 em vários bairros da Capital, como Novais, Cruz das Armas, Cristo, Muçumagro, Jardim Veneza, Indústrias e Funcionários I. Muitas dessas moradias já estão ocupadas, mas não foram entregues oficialmente.

Devem ser entregues ainda este ano 48 apartamentos construídos no bairro de Mangabeira. As famílias que irão ocupar essas moradias já foram selecionadas e são pessoas que viviam em abrigos e atualmente são beneficiadas pelo ‘Auxílio Social’, um programa da Prefeitura que auxilia famílias a pagarem aluguéis de imóveis. Estão ainda em construção, com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2009, 250 casas para moradores da Comunidade Paulo Afonso, em Jaguaribe, que vivem praticamente dentro da Mata do Buraquinho e outros 48 apartamentos do Condomínio Parque do Sol, no Valentina Figueiredo. A Prefeitura também deve iniciar a segunda etapa da reforma no Condomínio Amizade (Paratibe), beneficiando mais 160 famílias. Foram reformados 72 apartamentos na primeira etapa.