Premiados: agentes jovens doam 2,3 mil quilos de alimentos ao Padre Zé

Por - em 19

Os cinco primeiros colocados na ‘III Gincana Agente Jovem e Meio Ambiente – Tô Ligado’ receberam troféus na tarde desta quinta-feira (29), entregues pelo secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Alexandre Urquiza, de acordo com a seguinte colocação: 1º lugar – Agente Jovem do Roger; 2º lugar – Agente Jovem de Cruz das Armas; 3º lugar – Agente Jovem do Valentina; 4º lugar – Agente Jovem do Jardim Veneza e 5º lugar – Agente Jovem do Funcionários II. Os primeiro e segundo lugares ganharam também uma viagem a Recife (PE).

O evento foi realizado no último sábado (24) durante todo o dia nas areias da Praia de Tambaú e contou com a participação de cerca de 650 jovens. Durante a gincana, os participantes coletaram 2.300 quilos de alimentos não perecíveis e todos os gêneros foram doados ao Hospital Padre Zé.

Na ocasião, o secretário Alexandre Urquiza parabenizou o grupo vencedor e agradeceu a participação de todos os envolvidos. “Esta foi a terceira gincana que realizamos, mas a primeira com esta dimensão, num local aberto para que todos pudessem ver e conhecer um pouco mais do trabalho realizado com estes jovens. Durante as apresentações, a sociedade pode ver um pouco do talento e do conhecimento adquirido por eles no programa. È importante valorizar o protagonismo juvenil”.

Representando o grupo do Roger, primeiro colocado, Jocélio de Araújo Rodrigues, de 17 anos e há dois anos no programa, é o ‘Mc Jocélio’, e disse que sempre gostou de funk, “mas que depois que entrei no Agente Jovem me senti mais confiante e resolvi investir mais nessa carreira”. Ele e o parceiro Ronielle Victor (‘Mc Paredão’) compuseram e apresentaram o funk vencedor de uma das provas.

Silvaneide do Santos, de 18 anos, recebeu o troféu pelo grupo do Jardim Veneza, quarto colocado. Ela passou três anos no programa e prepara-se para sair. “Não tinha coragem de falar em público, era muito tímida, me desenvolvi em todos os sentidos. Espero poder arranjar logo um emprego onde eu possa colocar em prática tudo o que eu aprendi, além de fazer universidade. Quero fazer o curso de Administração de Empresas”, adiantou.

A educadora Aylla Milanez, de 18 anos, foi uma agente jovem e hoje é responsável pelo núcleo de Cruz das Armas. Ela está no primeiro período do curso de Serviço Social, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e destacou que quando entrou para o programa não se sentia, nem sabia o que era ser protagonista. “Hoje conto para eles minha história e tento mostrá-los a importância deles serem atores principais da sua vida e da comunidade onde vivem, de participarem de todas as atividades que muitas oportunidades surgirão”, concluiu.