Presidente da CBF garante que JP estará dentro da Copa de 2014

Por - em 17

“Podem voltar tranquilos para a Paraíba”. Assim se expressou o presidente da Confederarão Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, em audiência hoje à tarde na sede da entidade, no Rio de Janeiro, onde recebeu o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, e a presidente da Federação Paraibana de Futebol, Rosilene Gomes, que foram pleitear a condição da cidade de João Pessoa tornar-se uma espécie de subsede da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Também estavam acompanhando o prefeito na audiência o secretário de Esportes, Alexandre Urquiza, o chefe de Gabinete, Nonato Bandeira, e o vereador pessoense ligado ao futebol paraibano, Zezinho do Botafogo.

O presidente Ricardo Teixeira disse que João Pessoa, por sua condição geográfica privilegiada pode se considerar como apta a abrigar seleções que vão disputar seus jogos nas sedes de Natal e Recife em 2014. “Vocês têm uma localização perfeita dentro do Nordeste e basta preencher alguns requisitos para concretizar este desejo de participar da Copa”, assegurou Teixeira.

O prefeito Ricardo Coutinho fez uma rápida explanação do potencial da capital paraibana, ressaltando além de sua condição geográfica entre Natal e Recife, a sua tranquilidade, beleza, hospitalidade e dois bons estádios para treinamento dos selecionados: o Almeidão, que precisaria passar por uma reforma, e o novo estádio municipal da Graça, que será inaugurado em janeiro de 2010.

O presidente da CBF foi bastante claro ao afirmar que o caminho seguido pelo prefeito Ricardo Coutinho ao procurar primeiro a Federação Paraibana de Futebol e depois a CBF foi o mais correto, porque, segundo ele, é a entidade que vai cuidar da Copa no Brasil. O próprio Ricardo Teixeira já foi escolhido como o presidente do Comitê Organizador do Mundial de 2014.

O prefeito Ricardo Coutinho, juntamente com a presidente da FPF, Rosilene Gomes, se comprometeram com Ricardo Teixeira de enviar, dentro de 30 dias, um documento oficilizando João Pessoa como subsede do Mundial de 2014. De posse deste documento a CBF deverá confirmar a capital paraibana como apta a receber as seleções que irão disputar seus jogos nas capitais nordestinas.