Presidente da CEF destaca qualidade das obras da PMJP

Por - em 28

Durante visita aos equipamentos públicos do Condomínio Residencial Gervásio Maia, no Colinas do Sul, no final da manhã desta sexta-feira (29), a presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Maria Fernanda Ramos Coelho, classificou a obra como “importantíssima”, no sentido de promover a cidadania de pessoas que antes viviam em condições sub-humanas. Acompanhada pelo prefeito Ricardo Coutinho (PSB), ela também conferiu a aplicação dos recursos do Governo Federal da Estação Ciência, Cultura e Artes Arquiteto Oscar Niemeyer e elogiou a qualidade e magnitude do empreendimento.

“O Gervásio Maia é uma obra importantíssima. Tive oportunidade de assistir a um vídeo mostrando como essas pessoas viviam em condições sub-humanas. E o presidente Lula quer que a gente ofereça essas condições de cidadania”, disse, referindo-se à qualidade estrutural do empreendimento, aliada à estratégia de equipamentos públicos como creche, Unidade de Saúde da Família (USF), escola e praça.

Sobre os resultados das parcerias com a gestão municipal, a presidente da CEF se mostrou otimista. “Hoje estamos verificando como estão as obras. É sempre uma satisfação conhecer o resultado desse trabalho feito em parceria com a Prefeitura de João Pessoa. Temos grandes perspectivas na Paraíba e planos de estabelecer um canteiro de obras por aqui”, anunciou satisfeita.

O prefeito Ricardo Coutinho destacou o trabalho de parceria com o Governo Federal, por meio da CEF. “Essa intervenção da Caixa Econômica junto com a Prefeitura é modelo no Brasil. Estamos tratando de habitação com estrutura completa. Vamos ainda estabelecer uma grande praça padronizada aqui, que atenderá também ao Colinas do Sul”, afirmou durante visita ao Residencial Gervásio Maia. “O que chama atenção não é só tamanho, mas a qualidade e conceitos das obras. Em relação à contra partida municipal, a Gestão vem aplicando mais recursos do que normalmente se coloca”, lembrou.

A visita aos dois canteiros de obra teve o objetivo de conferir a aplicação dos recursos destinados pelo Governo Federal. Os empreendimentos fazem parte das políticas de habitação, desenvolvimento e preservação do meio ambiente da Capital.

Condomínio Residencial Gervásio Maia – As 1.336 casas do Residencial Gervásio Maia têm área de 37,22 metros quadrados. No mesmo espaço estão sendo edificados escola, creche, quadra de esportes e uma USF. Há ainda um terreno para a construção de uma praça. O empreendimento tem infra-estrutura básica, com pavimentação das ruas principais, drenagem, redes de energia elétrica, de abastecimento de água e de esgoto. A iniciativa está orçada em mais de R$ 24 milhões.

Estação Ciência – O empreendimento que está em execução no Parque do Cabo Branco está assinado pelo arquiteto Oscar Niemeyer e terá 8.500 metros quadrados de área construída, em um espaço de 36 mil metros quadrados de terreno. O investimento total é da ordem de R$ 35 milhões. A Estação Ciência está dividida em cinco blocos – anfiteatro, torre, auditório, serviços e estacionamento.