Prévia Folia de Rua beneficia turismo e economia da Capital

Por - em 19

Todos os anos, o Folia de Rua atrai muitos visitantes no período que antecede o carnaval, tendo como atrativo diversos blocos que saem pelas ruas da Capital sem cordão de isolamento, acompanhados por orquestras de frevo e bandas de música. A prévia Folia de Rua 2011 acontece em João Pessoa a partir do próximo dia 25 até 5 de março, homenageando Genival Macedo, autor do “Meu Sublime Torrão”, canção popular considerada por muitos como hino da Paraíba por ressaltar o Estado e falar de suas belezas e encantos naturais.

A inovação da prévia este ano são os dois pólos de apoio instalados no Ponto de Cem Réis e no Parque Solon de Lucena. O evento conta com 32 blocos filiados e mais de 60 agremiações convidadas. Os blocos terão orquestras de frevo e músicos convidados, valorizando os artistas locais e abrindo espaço também para as atrações nacionais, como o pernambucano Alceu Valença, que participa da prévia animando o bloco Picolé de Manga na comemoração dos 18 anos de fundação.

Para o secretário adjunto de Turismo, Walfrido Silveira, os festejos carnavalescos são uma oportunidade para a cidade mostrar que seu turismo não é apenas sol e mar. “Neste período deveremos estar com a ocupação hoteleira lotada e podemos encantar os turistas também com a beleza do nosso carnaval”.

O secretário de Turismo de João Pessoa, Elzário Junior, informou que durante toda a programação do Folia de Rua a secretaria estará com ações de disseminação da campanha do Turismo Sustentável e Infância (TSI) junto aos blocos. A medida visa tanto divulgar quanto alertar a população para que não seja permitida a prática de violência, nem abusos contra crianças e adolescentes.

De acordo com o presidente da Associação Folia de Rua, Raimundo Filho (Bola), os principais blocos da prévia já têm a expectativa de atrair um público recorde de mais de um milhão de pessoas durante os nove dias de festejo. Ele destaca que o evento cria cerca de oito mil empregos temporários e injeta cerca de R$ 90 milhões na economia local. “O Folia de Rua é bom para o turismo e a economia informal”. Para o presidente do Bloco Picolé de Manga, Lucélio Cartaxo, o período pré-carnavalesco é uma oportunidade que o pessoense e paraibano têm de resgatar os tradicionais bailes de máscaras e mostrar a animação das prévias.

A Prefeitura de João Pessoa liberou na ultima quinta feira (10) recursos da ordem de R$ 150 mil para a realização do projeto Folia de Rua 2011. Na abertura da prévia, no dia 25, será entregue uma comenda ao filho de Genival Macedo e faixas aos novos rei e rainha da prévia. No primeiro dia saem os blocos Anjo Azul, que tem concentração do Beco da Faculdade de Direito; o Pinguim; que parte do Pavilhão do Chá; Confete e Serpentina, com concentração na praça Dom Ulrico; Picolé de Manga, que sai da avenida João Machado, e o bloco da Cueca, do Ponto de Cem Réis.

Este ano, o Bloco Anjo Azul homenageará o carnavalesco Balula, que foi um dos maiores incentivadores da cultura paraibana. Para Ednamey Cirillo, criadora do bloco, nada mais justo do que lembrar Balula no Ano do Negro, comemorado pela ONU. Os movimentos negros da Paraíba participarão do bloco com alas originais. “Também vamos aproveitar para enfocar a questão da saúde e resistência, já que Balula foi um dos maiores promotores culturais e morreu vitima do HIV”, lembrou.

O movimento Folia de Rua já faz parte do calendário de eventos da Capital. Nesta época, tanto os hotéis, pousadas e restaurantes recebem uma excelente movimentação de turistas, como a economia é aquecida com a geração de empregos diretos e indiretos. Na semana carnavalesca, os visitantes têm outro perfil; são famílias que buscam a tranquilidade das praias e que fogem dos agitos.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, afirma que embora o Governo do Estado não tenha recursos para o Folia de Rua e Carnaval Tradição, estará participando com a parte de infraestrutura, segurança, saúde, campanhas junto ao Hemocentro e assessorando na divulgação local e nacional. “Além disso, os postos de atendimento ao turista estarão abertos com distribuição de material e divulgação dos destinos”, informa.

Na opinião do presidente do bloco Piratas, Marcos Bonerges, é preciso atender bem o turista. “Muitas pessoas que durante o carnaval têm como destino Recife, Olinda e Salvador, estão se acostumando a vir primeiro para as prévias de João Pessoa e, com isso, a cidade só tem a ganhar, mas precisamos lembrar de receber bem e com qualidade nos serviços para que os visitantes possam voltar”,