Primeira etapa do galpão 5 está pronta e calçadão é iniciado

Por - em 36

As obras de reforma e melhoramento do Mercado Central estão agora concentradas no prédio principal e da calçada, além do galpão de cereais (50% já pronto), a área de administração e a praça de alimentação.

A primeira etapa do galpão de cereais (número 5) foi concluída e a segunda será iniciada assim que os comerciantes forem relocados para a área já recuperada. De acordo com o secretário de Infra-Estrutura, João Azevêdo, praticamente foi construído um novo prédio, já que apenas a parte de alvenaria foi aproveitada. Toda a estrutura interna foi restaurada, além da coberta, rede elétrica, hidráulica, de incêndio, o sistema de ventilação, além do piso, escadaria, rampa e 32 boxes. “Todo esse processo será executado também na segunda etapa das obras do Galpão de Cereais, que corresponde a uma área igual a que foi concluída”, explicou.

O galpão 1, que engloba o prédio administrativo, também está passando por reforma na parte estrutural, bem como nas redes de energia, hidráulica, sistema anti-incêndio e Internet. Atualmente, o trabalho ocorre na coberta, marquises, onde está sendo feita a recomposição dos revestimentos, piso e esquadrias, além das redes elétrica e hidráulica.

Calçadas – O ritmo de recuperação das calçadas é lento já que as barracas ainda estão sendo retiradas e os comerciantes relocados. A calçada antiga dará lugar a uma mais larga com dois níveis, de aproximadamente cinco metros cada, com piso em mosaico. No lado esquerdo do acesso principal haverá área reservada ao estacionamento de táxis e motocicletas e, do lado direito, área para carga e descarga de mercadorias.

A nova calçada também contará com jardinagem e a iluminação ornamental substituirá os postes e fiação. A retirada das barracas e dos postes dará maior visibilidade à fachada do Mercado. O acesso principal será nivelado à calçada e contará com uma escadaria. A partir disso, o acesso de automóveis não será mais possível. Nas extremidades do Mercado haverá bancas de revistas e jardins.

Praça de alimentação – Parte dos comerciantes que ocupam as calçadas irá ocupar os boxes da Praça de Alimentação, hoje em execução. Segundo o diretor de obras, Rodrigo Marques, estão sendo concluídas as instalações elétrica, hidráulica, hidrosanitária e a drenagem pluvial. Em seguida, será posto o piso e concretadas as pilastras que sustentarão a coberta metálica. Construção de boxes e jardinagem virão na seqüência.

Na Praça de Alimentação, os usuários contarão com quatro acessos, todos com rampa para facilitar o trânsito de mercadorias e o acesso de deficientes físicos, que contarão também com dois banheiros adaptados. Serão 42 boxes, sendo 38 de alimentação e o restante destinado à venda de outros produtos. Entre os boxes foram reservados pequenos espaços para jardinagem. A previsão é que em meados do mês de março a obra esteja pronta.

Rodrigo Marques disse que, após a conclusão das obras em todos os galpões, será a vez da recuperação das vias internas de acesso e circulação do mercado. “Um projeto de drenagem será implantado na área e o pavimento será recuperado”, finalizou.