Procon constata variação de até 74,4% no preço de tintas em JP

Por - em 20

Para quem vai pintar a casa no final do ano a dica é consultar a pesquisa de preços divulgada nesta sexta-feira (27) pelo Procon de João Pessoa. De acordo com o levantamento, a maior variação encontrada chegou a 74,4%, referente à embalagem de 900 ml do solvente 1030 (Iquine), que custa entre R$ 5,00 (Luz da Construção – Cristo) e R$ 8,72 (Amarelinho – Torre), uma diferença de R$ 3,72.

Outro produto que apresentou grande diferença de preço foi a massa corrida Coral (interna), de 3,6 litros, que é comercializada com valores entre R$ 8,77 (Mundo das Tintas – Varadouro) e R$ 15,00 (Construmar – Cabo Branco), uma diferença de R$ 6,23 e variação de 71%.

O preço da tinta Delanil Acrílica semibrilho (da Iquine, em embalagem de 3,6 litros) também apresentou elevada variação, atingindo 66,6%. O produto é comercializado na Capital com preços entre R$ 23,50 (Multi-utilidades – Manaíra) e R$ 39,14 (Amarelinho – Torre), uma diferença entre o maior e o menor valor encontrado de R$ 15,64, o que pode representar uma boa economia para o consumidor.

A pesquisa foi realizada em 16 estabelecimentos que comercializam tintas na Grande João Pessoa, localizados em bairros como a Torre, Varadouro, José Américo e Cabo Branco, além de uma loja instalada na estrada de Cabedelo. Os dados podem ser consultados na sede do órgão, localizado na Av. Pedro I, 331, Centro.