Procon-JP notifica indústrias e distribuidoras de cimento

Por - em 26

Empresas que produzem e distribuem cimento serão notificadas pelo Procon de João Pessoa para justificarem a escassez e reajuste no preço do produto na Capital. A fiscalização irá notificar as indústrias Cimpor, Cimepar e Nassau, além de distribuidoras de cimento da cidade.

De acordo com denúncias de proprietários de lojas de material de construção na Capital, o produto teve alta de até 31% nos últimos trinta dias. Além do aumento de preços, os comerciantes reclamam da falta do produto no mercado para atender a demanda.

“Tanto o aumento do preço do produto quanto a falta da mercadoria no comércio ocasiona prejuízo para o consumidor, que acaba tendo que pagar mais caro pelo produto, que era para estar com menor preço por causa de redução no IPI”, ressaltou o secretário-geral do Procon-JP, Watteau Rodrigues.

Os representantes das fábricas e dos distribuidores de cimento terão que justificar ao Procon-JP, no prazo de 48h, a elevação do preço do produto, já que ele está isento de IPI desde abril deste ano. Além das indústrias fornecedoras do produto e suas distribuidoras na Capital, serão notificados também os proprietários das lojas de material de construção que fizeram a denúncia na imprensa local.