Procon-JP orienta consumidor sobre pagamento de contas

Por - em 33

Muita gente está com medo de ter prejuízos por causa da greve nacional dos bancos, que começou quarta-feira (29), mas a orientação do Procon de João Pessoa é para o consumidor ficar alerta à data de vencimento das contas e procurar um meio alternativo para quitá-las, evitando problemas futuros.

O cliente que precisa sacar dinheiro na boca do caixa deve entrar em contato por telefone com o banco e solicitar uma alternativa. Já os que movimentam a conta pela internet – nos sites dos bancos – ou nos caixas eletrônicos não devem ser afetados pela paralisação, pois esses serviços devem continuar a funcionar normalmente.

O maior problema é para os que têm conta para pagar e não dispõem de cartão para uso do caixa eletrônico. Nestes casos, é possível recorrer às agências lotéricas e até lojas de departamentos que aceitam a quitação de diversas contas.

Quem está com as contas de tarifas públicas atrasadas, como água, telefone e energia, o secretário executivo do Procon-JP, Watteau Rodrigues, orienta a ligar para as empresas e negociar uma forma de pagamento. São contas que podem ser quitadas em qualquer banco, já que o cálculo de taxas de multas é acordado com a própria empresa que presta o serviço.

“O consumidor não pode ter prejuízo por causa da greve. A paralisação é legal e deve ser fiscalizada pelo Ministério do Trabalho para garantir que 30% do efetivo continuem trabalhando. E as próprias instituições financeiras devem assumir os riscos da atividade”, explica.

Os aposentados e pensionistas que recebem pela Caixa Econômica Federal só poderão retirar o benefício nas casas lotéricas, os demais poderão retirar o dinheiro, como de costume, nos caixas eletrônicos.

Watteau Rodrigues lembra que o serviço de compensação bancária, por ser considerado atividade essencial pela legislação brasileira, não pode sofrer qualquer paralisação. Portanto, cheques e DOCs terão sua compensação nos prazos normais estipulados pelo Banco Central.

Em caso de não conseguir junto aos credores uma forma alternativa de pagamento, ou ainda, se o consumidor sair prejudicado, pode abrir queixa junto ao Procon de João Pessoa, na Avenida Pedro I, ao lado do Shopping Tambiá. As dúvidas também podem ser esclarecidas através do telefone 0800 083 2015.