Procon mostra diferença de 21% no valor da gasolina na Capital

Por - em 34

A pesquisa do Procon Municipal desta semana revela que a gasolina aparece com o menor preço de R$ 2,230 e o maior de R$ 2,699, para pagamento à vista, diferença de 21%. Se o consumidor for pagar a prazo, vai ter que desembolsar um pouco mais para abastecer o tanque, entre R$ 2,239 e R$ 2,799, valor da gasolina aditivada.

Os valores podem ser conferidos na pesquisa de preços dos combustíveis realizada pelo Procon dque foi divulgada nesta quarta-feira (3). De acordo com o levantamento, o preço do litro do álcool, diesel e Gás Natural Veicular (GNV) não sofreram mudanças.

A gasolina comum (à vista) mais barata é encontrada no Posto Nossa Senhora de Fátima, localizado na Avenida Santa Catarina (Bairro dos Estados), por R$ 2,230. Já a gasolina mais cara foi encontrada no Posto Világio, nos Bancários, por R$ 2,699, uma diferença de R$ 0,47 em relação ao preço mais barato e variação de 21,0%.

Dos 109 postos visitados, 12 estavam fechados e 52 apresentaram o preço da gasolina abaixo de R$ 2,30. De acordo com a ANP, o valor médio da gasolina vendida na Capital é de R$ 2,384, ficando abaixo da média de Bayeux, Cabedelo e Santa Rita.

Ainda de acordo com levantamento do Procon, o menor preço do litro do álcool, para pagamento à vista, é de R$ 1,68, no posto Aliança, no bairro do Bessa. O óleo diesel não teve reajuste, mantendo o menor preço de R$ 1,840 (à vista) também no posto Aliança. O mesmo aconteceu com o Gás Natural Veicular (GNV), que também manteve o preço da semana passada, com o menor valor do metro cúbico vendido por R$ 1,799.

A pesquisa completa do Procon de João Pessoa pode ser consultada na sede do órgão, localizada na Avenida Pedro I, 331, Centro, ou no link do portal da PMJP – bit.ly/PesquisaProcon Os melhores preços também são informados aos consumidores através de panfletos distribuídos nos semáforos da cidade.

Menor preço – A cidade de João Pessoa tem a gasolina mais barata do país. De acordo com levantamento da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o valor da gasolina vendida na Capital tem preços menores do que o combustível ofertado em estados vizinhos como Pernambuco e Rio Grande do Norte.