Procon soluciona cerca de 90% das queixas recebidas em 2010

Por - em 20

Cerca de 90% dos consumidores que procuraram o Procon de João Pessoa tiveram suas queixas resolvidas e 65,9% dos atendimentos foram avaliados como ‘ótimo’. Os índices foram obtidos por meio de pesquisa realizada pelo órgão com pessoas que procuraram pelo serviço em 2010. Durante o ano foram atendidas mais de oito mil pessoas. A avaliação fez parte das ações de planejamento para 2011.

Foram ouvidas 303 pessoas por meio de entrevista por telefone. Todas responderam questionário com nove perguntas sobre o tipo de atendimento, motivo de procura e índice de satisfação. A maioria dos entrevistados, 43,93%, procurou o órgão de defesa do consumidor para se queixar de produtos com defeito. São produtos com vícios, que apresentam problemas pouco tempo após a compra. A lista compreende ainda atendimento por causa de problemas com serviços bancários (5,57%), serviços essenciais – água, energia, telefonia (3,61%), educação (3,61%), serviços de saúde (1,31%) e problemas com cartão de crédito (0,66%).

O índice de satisfação, que avaliou o atendimento como ótimo, foi de 65,90%. O percentual de consumidores que acharam o atendimento bom chegou a 25,57%; regular, 5,25%, e ruim, 3,28%. Dos 303 entrevistados, 27,21% já havia procurado pelos serviços do Procon por mais de uma vez, e 97,7% dos questionados disseram voltar ao órgão caso precisem de atendimento.

Além de traçar o perfil dos consumidores que procuram o Procon, a pesquisa tem como intenção estreitar o relacionamento com os consumidores. A maioria, 80,98%, se mostrou interessada em receber as pesquisas em casa ou por e-mail.

O Procon de João Pessoa atendeu 8.611 pessoas por meio do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) durante 2010. O órgão de defesa do consumidor trocou 1.454 produtos que apresentaram defeitos e teve uma taxa de resolutividade dos processos através da Consultoria Jurídica de mais de 90%.