Procons e Promotoria abrem inquérito para apurar reajuste da gasolina

Por - em 24

O Procon de João Pessoa, o Procon Estadual e a Promotoria de Defesa dos Direitos do Consumidor decidiram instaurar um inquérito civil para apurar o aumento uniformizado no preço da gasolina esta semana na maioria dos postos da Capital. As distribuidoras e todos os postos que elevaram os preços serão notificados para que apresentem a nota fiscal do produto. A ação conjunta foi definida na manhã desta quinta-feira (10), em reunião no Ministério Público da Paraíba.

“O inquérito será instaurado na curadoria do consumidor e pode ensejar em uma ação civil pública, com aplicação de multas e até a possibilidade de interdição do estabelecimento. O poder judiciário é quem vai definir. Vamos fazer o monitoramento do mercado e fornecer dados para o inquérito”, afirmou o secretário executivo do Procon-JP, Sandro Targino.

De acordo com ele, todos os estabelecimentos que comercializavam o litro do produto por até R$ 2,30 e elevaram os preços serão notificados para justificarem o aumento. Para isso, serão utilizadas as pesquisas semanais de preço realizadas pelo órgão em mais de 100 estabelecimentos.

“Também fazemos o apelo para que a população verifique nossas pesquisas e fique de olho ao abastecer para escolher os locais mais baratos, mesmo que a diferença de preço seja pequena. Isso demonstra poder de organização da sociedade. É importante que o consumidor tenha essa postura, organize boicotes a esses estabelecimentos e também exerça sua pressão”, orientou.

De acordo com a última pesquisa do Procon-JP, 66% dos estabelecimentos elevaram o custo da gasolina em apenas uma semana, sendo a maioria destes, entre a terça e quarta-feira. O aumento repentino e uniforme dos preços para R$ 2,59 em boa parte dos postos pegou os consumidores de surpresa, pois até a última segunda, vários estabelecimentos vendiam a gasolina a R$ 2,27. Com o reajuste, o custo médio cobrado pelo litro passou de R$ 2,377 para R$ 2,562. O levantamento também mostrou que o menor custo do litro do álcool passou de R$ 1,89 para R$ 1,95.