Luciano Agra concede reajuste salarial para educadoras dos 39 Creis

Por - em 51

As professoras e diretoras dos 39 Centros de Referência em Educação Infantil (Creis) de João Pessoa vão receber aumentos salariais de 42% e 30,32%, respectivamente, retroativos ao mês de abril. A medida, que vai beneficiar 196 pessoas, sendo 39 diretoras e 157 professoras, foi anunciada nesta sexta-feira (20), pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, no Crei João Tota, no Bairro dos Ipês.

“Nossa meta de administração é dar um salário mais digno aos profissionais da Educação, que merecem nosso apoio, pois trabalham na formação do caráter das nossas crianças. Estamos implementando diversas medidas que melhoram as condições de trabalho nos Creis, mas o reajuste salarial também é importante”, afirmou o prefeito Luciano Agra.

As diretoras de Creis que hoje recebem remuneração de R$ 1.151, passam a receber R$ 1.500, com efeito retroativo ao mês de abril. O aumento para elas foi de 30,32%. Já para as professoras, os salários passam de R$ 562 para R$ 816, com acréscimo de 42%.

A secretária de Educação, Ariane Sá, explicou que o prefeito reconheceu o professor dos Creis como um profissional da Educação, acrescentando mais 12% à sua remuneração, além dos 30% de reajuste, por serem dos Centros de Referência em Educação Infantil, tal como ocorreu para os demais docentes da Rede Municipal de Ensino no mês passado. “A figura do professor é fundamental para a formação das crianças, pois ajuda no desenvolvimento do potencial delas. Com esse aumento as professoras vão trabalhar com mais empenho e dedicação”, destacou a secretária de Educação.

Luciano Agra ressaltou que, apesar de os profissionais dos Creis serem prestadores de serviços, eles merecem o acesso aos 12% ofertados aos professores concursados. “Eu sou contrário às diferenças de renda da população e acredito que a concessão de aumentos salariais contribui para ir contra este problema, ao menos na Prefeitura Municipal”, disse.

A diretora de um Crei em Gramame, Edna Bezerra, comemorou a medida anunciada pelo prefeito. “Certamente estamos contentes com esse aumento de salário, que é o que faltava nas medidas implementadas pela Prefeitura na Educação”, disse a gestora.

Até o final do ano que vem a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai realizar reformas e ampliações em 19 escolas e em seis Creis, investindo recursos de R$ 20 milhões, com a construção de salas de aulas, espaços administrativos, quadras poliesportivas e laboratórios, dentro da terceira etapa do programa ‘João Pessoa Faz Escola’.

“Nossa meta é encerrar o ano de 2012 com 1.200 salas de aula em nossa rede de ensino e estamos trabalhando para isto”, frisou o prefeito. Ele acredita que o pacote de ações com melhorias na infraestrutura das escolas e Creis, aliado aos incentivos salariais aos profissionais do setor, seja refletido no desempenho do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Reajustes – No mês passado, o prefeito Luciano Agra concedeu um reajuste de 15% para os professores efetivos da Rede Municipal de Ensino e ainda um abono de R$ 90 para aqueles que estão em atividade docente. Para os recém-concursados, o aumento foi de 12% mais abono de R$ 120,00. Já no caso dos professores que ganham por hora-aula, o reajuste ficou em 12%, percentual que também está assegurado aos aposentados.

Ainda no último mês de abril, o prefeito Luciano Agra anunciou o pagamento do Décimo Terceiro Salário para os prestadores de serviço do quadro geral, o que vai beneficiar cerca de 8 mil pessoas.

Outra medida foi à atualização do Salário Mínimo e o repasse de um reajuste de 5%, para repor a inflação, para os servidores do quadro. Quanto aos engenheiros da Prefeitura de João Pessoa, o reajuste para esta categoria foi de 11,23%.

Luciano Agra também garantiu que os servidores vão receber a primeira parcela do 13º Salário no próximo mês de junho, e a segunda no mês de dezembro, como é prática da administração municipal.