Professores da rede municipal discutem como lidar com a diversidade sexual

Por - em 25

“Sexualidade e Diversidade Sexual” foram os temas debatidos por profissionais da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) no seminário “Sexualidade(s) humana: desafios para a educação”, que aconteceu na última quarta-feira (25), na Escola Piolim (ao lado do Parque Arruda Câmara – Bica). O objetivo do evento foi sensibilizar os participantes para lidar com a temática, para evitar qualquer tipo de preconceito, discriminações e violências nos espaços institucionais e nas escolas.

Para Josenilda Oliveira, Diretora do Ensino Fundamental da Sedec, a sexualidade não pode ser trabalhada apenas de forma pontual. “Esse é um tema que está no cotidiano escolar”, destacou a diretora. Ainda segundo ela, a Gestão Municipal e as políticas implementadas têm foco na integralidade do ser humano. “Falar de sexualidade é falar de vida. É deliberação da gestão trabalharmos a pessoa de forma integral e muitos alunos são discriminados por sua orientação sexual. Por outro lado, vários educadores não sabem lidar com essas situações. A proposta é chegar junto dos educadores e sensibilizá-los. Somos nós que temos que trabalhar essa temática no cotidiano escolar”, afirmou Josenilda Oliveira.

Durante todo dia, os participantes trabalharam o conceito e a história da sexualidade, orientação sexual, preconceitos e discriminação no contexto escolar e assistiram e debateram o filme “Desejo proibido”. O seminário foi facilitado pelas educadoras Luciana Cândido e Cristiane Cavalcante, da Cunh㠖 Coletivo Feminista, entidade que já atua na área da diversidade sexual e é parceira da Sedec.

Esse seminário foi uma realização da Sedec em parceria com a Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM). A iniciativa também foi a primeira atividade preparatória para o “I Seminário Municipal por um Brasil sem Homofobia”, que está previsto a acontecer no início de dezembro.