Professores do Programa Brasil Alfabetizado passam por capacitação

Por - em 20

Cerca de 100 professores da rede municipal de ensino estão participando da formação inicial do Programa Brasil Alfabetizado, promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec). O curso de 40 horas teve início nesta quinta-feira (27) e termina sexta-feira (28), sendo realizado nas dependências do Centro de Capacitação dos Professores (Cecapro), localizado na avenida Epitácio Pessoa.

O curso prepara o alfabetizador a dar início as aulas que começam na próxima terça-feira (01). O Programa Brasil Alfabetizado vai contar com 95 turmas, com um total 1.850 alunos que não tiveram a oportunidade de estudar. A idade mínima exigida é de 15 anos de idade. A maioria das turmas são formadas por pessoas acima de 40 anos.

Dentro do conteúdo os professores vêem temas como: história da Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Brasil e na Paraíba, identidade do aluno e do educador da EJA, proposta teórico-metodológica da educação em Paulo Freire (método de trabalho), oficinas de linguagem e de educação-matemática. São trabalhados ainda matriz de referência curricular, teste cognitivo de entrada, planejamento de aulas, avaliação e estudo do livro didático “Viver e aprender”.

No final do curso cada alfabetizador recebe um kit didático composto por uma resma de papel, caneta, borracha, lápis hidrocor e outro colorido, cola, tesoura, giz, além de livros.
Para a coordenadora do programa, Maria Rosário Bezerra, a meta traçada pela Sedec foi atingida. “Todos os anos nós realizamos essa formação inicial com os educadores. Eles entendem a importância desse momento. Sabem o tamanho da responsabilidade deles por isso fazem questão de participar”, afirmou.

O Brasil Alfabetizado é uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC), em parceria com a Prefeitura de João Pessoa (PMJP). Para se tornar alfabetizador do Programa é necessário que o interessado possua no mínimo o certificado do ensino médio (magistério) ou esteja matriculado em algum curso superior na área educacional (licenciatura).