Profissionais de campanhas contra H1N1 são homenageados

Por - em 34

Em reconhecimento ao trabalho realizado pelos profissionais de saúde que atuaram nas campanhas de imunização contra a Gripe H1N1, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou durante toda a tarde desta quarta-feira (21), no Auditório da Estação Cabo Branco –Ciências, Cultura e Artes, uma homenagem que contou com a presença de cerca de 500 profissionais da Saúde. O esforço concentrado desses profissionais garantiu a João Pessoa cobertura superior a 97%, ultrapassando a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde que era de 80%. Além disso, a cidade foi uma das três Capitais do Nordeste, ao lado de Teresina e Maceió, a ultrapassar a meta em todos os grupos prioritários.

Durante a homenagem, a Secretária Municipal de Saúde, Roseana Meira, destacou a necessidade de reconhecer o desempenho de todos os trabalhadores envolvidos na campanha contra a Influenza H1N1. “Quando conseguimos atingir as metas preconizadas pelo Ministério da Saúde, vi que o esforço feito por todos os trabalhadores valeu à pena. Isso só foi possível porque temos pessoas que trabalham com autonomia, compromisso e que prezam pela qualidade e humanização dos nossos serviços”, afirmou.

A secretária ainda frisou que o apoio da gestão municipal garantiu os avanços que vem sendo conquistados pela Saúde na Capital. “Nossos indicadores são a prova que a gestão coloca a saúde como prioridade básica”, finalizou.

Para a enfermeira Zélia Nunes, que atua na Unidade de Saúde da Torre, o trabalho desenvolvido durante a campanha foi bem articulado. “Tínhamos o compromisso de garantir a imunização de todos aqueles que estavam nos grupos prioritários e procuramos o tempo todo atingir esse propósito”, afirmou.

“Essa homenagem da Secretaria de Saúde é um reconhecimento do nosso trabalho, e foi a primeira vez, depois de décadas no serviço público, que uma gestão parabenizou nosso trabalho; isso dá vontade de trabalhar ainda mais”, afirmou a enfermeira.

Vacinação continua – A campanha contra a H1N1 continua apenas para crianças menores de 5 anos que ainda não receberam a segunda dose da vacina, que deve ser aplicada 30 dias após a primeira. Em 2009 foram confirmados 13 casos da Influenza H1N1 em João Pessoa, com um óbito registrado. Neste ano foram apenas 16 casos notificados, com nenhum óbito.