Programa estimula alunos a participar das decisões sobre o cotidiano das escolas

Por - em 27

O prefeito de João Pessoa (PMJP), Ricardo Coutinho (PSB), lançou oficialmente, na manhã desta terça-feira (18), o programa ‘Protagonismo Infanto-Juvenil’, cuja proposta é fazer com que os alunos da rede pública redescubram a importância de participar ativamente do movimento estudantil. A idéia é que os estudantes possam se tornar porta-vozes das necessidades da comunidade escolar e atuar junto a professores, diretores e à própria Secretaria de Educação.

A cerimônia foi realizada no Auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria e contou com as presenças de Ariane Norma de Menezes Sá, titular da Sedec, representantes municipais, de organizações não-governamentais (ONGs) e alunos da rede municipal de ensino.

O objetivo é fazer com que os alunos desenvolvam a visão e o pensamento crítico sobre temas e problemas que são mais corriqueiros no dia-a-dia da comunidade escolar, como estrutura física, drogas e violência e possam participar das decisões sobre uma realidade que eles vivem cotidianamente.

Na ocasião, o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) disse que essa gestão vem investindo muito na construção de espaços para que os alunos possam estar em uma situação vantajosa, para que formem um pensamento crítico sobre a vida escolar e pessoal e possam atuar nas decisões e soluções dos problemas.

“Existem obras que não representam algo visível, mas que trabalham com a subjetividade e mudam a mentalidade e a cultura das pessoas. As ações do nosso Governo estão voltadas para o protagonismo infanto-juvenil. Queremos a participação do alunado. Para isso, estimulamos a competição saudável entre eles, beneficiando-os, por exemplo, com computadores pelo melhor desempenho e participação em sala de aula. Estamos juntos construindo um novo espaço”, exaltou Ricardo Coutinho.

A secretária Ariane de Sá relatou que esse programa possibilitará que alunos e professores definam questões peculiares a cada comunidade escolar, que levem esses temas e problemas variados à Sedec, para que esse conjunto atuem em busca de soluções.

Kayan Xavier, 11 anos, que é um dos protagonistas da Escola Municipal Cônego João de Deus (Expedicionários), disse que eles convocam os outros alunos, discutem os temas e problemas e depois conversam com o diretor e professores. “Reivindicamos melhorias para nossa escola, como ações de lazer, cultura e gincanas. Estamos com ótimas perspectivas com o lançamento desse programa”, comemorou Kayan.