Programa Poda Programada atua em quatro bairros esta semana

Por - em 43

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através do programa Poda Programada, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), estará presente em quatro bairros nesta semana. Geisel, Funcionários II, Ernani Sátiro e Costa e Silva terão diversas árvores podadas com o objetivo de evitar acidentes. Em janeiro, 500 árvores passaram pela poda e o programa prevê que cinco mil sejam podadas até o final deste ano.

No bairro do Geisel, a Avenida Juscelino Kubitschek e a Praça Orlando Geisel passarão pelas ações do Poda Programada. Nos Funcionários II, a localidade que terá árvores podadas é a Praça Bela. No Ernani Sátiro, o Jardim Sepol, e no Costa e Silva serão as árvores ao longo da Avenida principal do bairro.

O programa teve início em meados do mês de janeiro e, de acordo com Anderson Fontes, engenheiro agrônomo e coordenador do projeto, o calendário de podas é feito semanalmente. “O principal objetivo do programa é evitar acidentes em decorrência do crescimento dos galhos. Os galhos podem causar problemas com a fiação elétrica e também podem ameaçar carros e pedestres”, disse.

O Poda Programada passará por todos os bairros de João Pessoa em uma média de até 20 ruas por bairro. De acordo com Anderson Fontes, muitas árvores apresentam risco de cair. “Esse levantamento foi feito no ano passado e não vamos esperar que a população nos convoque. É importante este monitoramento para evitarmos acidentes”, disse. 

Reaproveitamento de material – Em meio aos trabalhos desta semana do programa Poda Programada nos bairros, os agentes da Sedurb também farão trabalho interno no viveiro municipal, no bairro do Valentina.

Os galhos recolhidos durante a ação nos bairros são encaminhados ao viveiro municipal para serem transformados em adubo orgânico. “Durante a semana estaremos fazendo o trabalho de compostagem, que consiste no reaproveitamento deste material. Eles são triturados e transformados em compostos orgânicos”, explicou Anderson Fontes.

O resultado da trituração dos galhos podados servirá de adubo dentro do próprio viveiro e também na plantação de futuras árvores. O coordenador do Poda Programada acrescentou também que os compostos orgânicos poderão ser utilizados em jardins, em toda a cidade, mantidos pela PMJP.