Projeto ‘Catadores de Arte’ é lançado em noite de festa

Por - em 19

O Teatro Ariano Suassuna ficou lotado na noite dessa segunda-feira (29) para o lançamento do Projeto ‘Catadores de Arte’, da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur). O evento reuniu diretores, servidores, familiares, autoridades, artistas e o público em geral. O projeto engloba todos os grupos culturais da Emlur como o Baticumlata, que utiliza instrumentos feitos a partir de materiais reaproveitáveis, o Coral, o Teatro, além da Oficina de Artes.

Em suas apresentações, esses grupos levam uma mensagem de conscientização ambiental por meio da cultura, ensinando às pessoas a preservarem a natureza, gerenciando adequadamente o lixo no seu dia-a-dia.

O show serviu como amostra para um CD que os grupos culturais estão gravando e que deve sair em maio. O CD terá composições de vários artistas como Livardo Alves, Chico César, Milton Dornellas, Pedro Osmar, Paulo Ró, Antônio Barros e Cecéu, além de canções compostas originalmente pelo maestro Carlos Anísio para esses grupos.

O evento contou com música de qualidade e artistas de renome que cantaram junto com o Baticumlata e o Coral, abrilhantando a festa. Um documentário experimental e arte-postais do fotógrafo Ricardo Peixoto foram apresentados ao público. Durante um ano, o fotógrafo captou imagens dos grupos culturais, artesãos e artistas plásticos da empresa, para produzir todo o material vídeográfico.

A abertura do evento contou com a descontração do humorista Cristovam Tadeu, que entrou no palco vestido de agente de limpeza e transformou-se em mestre de cerimônia. Ele iniciou falando sobre a Emlur e explicou aos convidados que o projeto ‘Catadores de Arte’ fazia parte de um trabalho que começou no início da gestão, quando houve um incentivo maior à educação ambiental e, consequentemente, da criação e fortalecimento dos grupos culturais. “Esse projeto mostra que é possível, dentro de uma empresa pública, avançar no processo de mudanças das pessoas, incentivando a cultura e a arte como meio de transformação e evolução”, disse o humorista.

Em seguida houve um momento de grande emoção com a homenagem ao superintendente da Emlur, Coriolano Coutinho, que nesses últimos anos foi um dos maiores incentivadores da cultura como transformação e evolução dentro da empresa. Um vídeo de cinco minutos foi exibido enfatizando o lado humano, solidário e empreendedor do atual gestor da Autarquia.

Antes do lançamento, o público pôde conferir uma exposição de produtos feitos pelos artistas plásticos e artesões da Oficina de Artes com material reaproveitável (papel, vidro, plástico e metal). As peças deram um charme especial à entrada do teatro e chamou a atenção de quem foi prestigiar o evento.

Quem abriu a programação musical da noite foi um dos maiores trombonista do país, Radigundes Feitosa, tocando junto com o Baticumlata e o Coral a música ‘O Catador’, um maracatu de autoria do maestro Carlos Anísio, composto para o Bloco da Limpeza. Um dos artistas mais atuantes da cena musical paraibana, Escurinho subiu ao palco para cantar a música “Paraíba”, de Chico César, e empolgou a plateia. Na sequência, a música ‘Paraíba, meu Amor’, de Livardo Alves, foi interpretada por Lucyane Alves, do Grupo Clã Brasil.

Show – O grande momento da festa foi quando a dupla de compositores Antônio Barros e Cecéu subiu ao palco para cantar a música ‘Paraíba’, de autoria de Cecéu. Antônio Barros, que recentemente completou 80 anos, ficou satisfeito com a apresentação dos funcionários da Emlur. “Estou encantado com o projeto, com os artistas. É uma inovação que a Paraíba está lançando e que precisa ser divulgada para todo o Brasil”, disse o cantor.

Antes de encerrar o evento, Coriolano Coutinho, um dos responsáveis pela concretização do projeto ‘Catadores de Arte’, foi convidado para receber das mãos do agente de limpeza Marcelo França, integrante do Grupo Baticumlata, um estojo contendo postais que retratam os principais projetos de educação ambiental e cultura da Emlur.

Emocionado, Coriolano agradeceu a presença do público e falou sobre a importância do projeto ‘Catadores de Arte’ e de todo um trabalho que a Emlur faz voltado para a melhoria da qualidade de vida da população. “É extremamente gratificante podermos presenciar essa grande apresentação de um grupo de pessoas que acreditou ser possível, através da arte e da educação ambiental, mudar comportamentos, criar uma perspectiva de um futuro bem melhor do que o presente que vivemos”, enfatizou.

Na ocasião, ele fez referência a duas pessoas que tiveram um papel fundamental na concretização de vários projetos e para o desenvolvimento da Emlur: os ex-superintendentes Alexandre Urquiza e Laura Faria. Coriolano também não se esqueceu de mencionar o primeiro coordenador do Baticumlata, Fabiano Lira, que estava presente na plateia.

Após a fala de Coriolano Coutinho, que foi bastante aplaudida, o evento terminou em carnaval com a orquestra de frevo Splok, o Coral e o Baticumlata cantando e tocando todos os frevos compostos pelo maestro Carlos Anísio para o Bloco da Limpeza, que este ano saiu pela sexta vez no projeto Folia de Rua. Ao final, um coquetel foi oferecido aos convidados. A direção musical do evento ficou por conta do maestro Carlos Anísio, que contou com a participação do coordenador do Baticumlata, Zé Guilherme, e da maestrina do Coral, Fátima França.

A servidora Mônica Amorim, integrante do Grupo Baticumlata, não continha a emoção e quase foi às lágrimas durante a apresentação. “Estou emocionada, sim. Esse momento é único e mostra para as pessoas que a gente pode fazer arte a partir do que se recicla”, disse. A mesma emoção foi compartilhada pelo fiscal Valmir Costa, que encontrou no Coral mais força e alegria. Com uma simples palavra ele traduziu o que sentiu ao subir ao palco com músicos e cantores famosos: “Felicidade!”.

O servidor Marcos Bezerra, que trabalha no setor de Recursos Humanos, estava orgulhoso com o lançamento do projeto. Para ele, a Emlur dá exemplo de como é uma empresa organizada, que valoriza seus servidores e presta um serviço de qualidade quando incentiva projetos e programas que melhoram a vida da população.