Projeto “Som das 6” tem aprovação de público e dos músicos

Por - em 23

A primeira apresentação do projeto “Som das 6”, nesta sexta-feira (9), reuniu milhares de pessoas no Ponto de Cem Réis. Um público formado por jovens e adultos acompanhou os shows das bandas ‘Chico Correa e Eletronic Band’ e ‘Nação Zumbi’. O projeto ‘Som das 6’, é uma ação cultural desenvolvida pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da sua Fundação Cultural (Funjope), e vai acontecer todas as sextas-feiras, sempre a partir das 18h, no Ponto de Cem Réis. Na próxima sexta-feira (16), se apresentam a banda Anonimato e o cantor e compositor pernambucano Lula Queiroga.

O diretor executivo da Funjope, Chico César, participou da abertura do evento e deu as boas vindas ao público. “É com muita alegria que a Funjope dá inicio ao Som das 6, que celebra a cultura paraibana com todos os públicos, abrindo espaços para artistas daqui e de outros locais. Por tudo isso, iniciamos desejando vida longa ao projeto”, declarou.

Interatividade – A banda pernambucana Nação Zumbi apresentou o show intitulado ‘Fome de Tudo’, que é também o nome do último álbum da banda e que será relançado em vinil nos próximos meses. O grupo é formado por ‘Jorge du Peixe’ (vocal), Lúcio Maia (guitarra), Nino Brócolli (baixo), Pupillo (bateria), Toca Ogan (percussão) e nas alfaias, Gilmar Bola 8, Marcos Matias e Da Lua. Com um som dançante, o Nação Zumbi agitou o público fazendo um verdadeiro passeio pelos 19 anos de carreira da banda, cantando grandes sucessos como ‘Meu maracatu pesa uma tonelada’, ‘Praieira’ e ‘Manguetown’.

O vocalista da nação Zumbi, Jorge du Peixe, disse que estava alegre por participar da abertura do “Som das 6”. “Tocar aqui em João Pessoa, pra nós, é tocar em casa e são estas iniciativas que levam os artistas até a rua, que é onde o público está. Elas são importantíssimas. Pra nós, é uma honra fazer parte da primeira noite desse projeto. É sempre muito prazeroso tocar aqui, com este calor humano que a galera divide com a gente, isso é muito especial”, revelou.

Abertura – A banda paraibana Chico Correa e Eletronic Band movimentou o público com a sua moderna fusão de ritmos regionais numa mistura inusitada, utilizando o baião, maracatu e embolada com eletrônicos, como drum’n bass, hip hop, dub, funk.

O músico Esmeraldo, idealizador da banda, ressaltou que esta Capital, “carece de boas iniciativas, uma vez que só temos os festivais periódicos. “ Este projeto veio pra movimentar a cena cultural o ano todo e é muito bom saber que as bandas locais serão valorizadas no evento. Por isso, participar deste marco inicial do projeto é um grande prazer”, afirmou.

‘6quesabem’ – Sempre na na última sexta-feira do mês, o projeto ganha o nome de ‘6quesabem’, quando os diretores da Funjope dividem a curadoria da ação cultural com representantes de diferentes fóruns setoriais, concebendo uma programação diversificada com cinco atrações de diferentes vertentes culturais.