Projeto Atitude Verão oferece serviços e informações na orla

Por - em 31

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através de várias secretarias, colocou em prática o projeto ‘Atitude Verão’. Cinco estandes de serviços foram instalados no Busto de Tamandaré e atendem ao público das 17 às 22h, todos os dias da semana, até o próximo dia 10 de março.

A iniciativa, realizada pelo primeiro ano e que começou no último dia sete de janeiro, tem o objetivo de divulgar as ações educativas e expandir as políticas públicas executadas pelo Governo Municipal para as pessoas que circulam pela orla durante o verão. Os estandes de serviço foram divididos da seguinte forma: Apoio; Secretaria de Turismo (Setur); Ações Educativas; Fiscalização e Políticas Setorias.

No estande das ‘Políticas Setorias’ se concentram três importantes serviços voltados para as crianças, adolescentes e adultos que vivem em situação de vulnerabilidade social, que são o Consultório de Rua, o Programa de Abordagem de Rua à Criança e Adolescentes (Ruartes) e o Conselho Tutelar. Valéria Cristina da Silva, coordenadora do projeto Consultório de Rua, explicou que a iniciativa já chamou a atenção dos turistas e dos próprios paraibanos, que elogiaram pelo trabalho realizado junto aos moradores de rua.

“Seria muito mais fácil ‘esconder’ os moradores de rua, passando uma imagem falsa de capital sem problemas. Mas a Prefeitura não foi omissa, firmou esse compromisso de trabalho com os moradores de rua e não se ausentou de realizar as ações só porque é um local turístico. Para se ter ideia, turistas já se aproximaram das nossas equipes para elogiar o trabalho”, disse Valéria.

A equipe do Consultório de Rua é formada por seis profissionais entre psicólogo, assistente social, enfermeiros, redutor de danos e um arteducador. Para se aproximar dos moradores de rua, eles utilizam a música. No primeiro contato, a equipe faz uma avaliação do quadro clínico do morador e, se preciso, presta atendimento de primeiro socorro, a exemplo de curativos ou aferição de pressão arterial. Na abordagem, também é realizada orientação sexual, com distribuição de preservativos e de saúde bucal (kits de escovação).

“O atendimento é feito in loco, no espaço da rua. Estabelecido o vínculo, é mais fácil descobrir outras necessidades de saúde. Nos casos que se precisa de um atendimento mais complexo, como consulta médica ou tratamento odontológico, a equipe marca um local e no dia seguinte leva essa pessoa para ser atendida. Ou seja, fazemos o diagnóstico do problema e também todo o acompanhamento”, explicou a coordenadora do programa.

Dessa mesma forma, identificando e levando políticas públicas para os moradores de rua, atuam as equipes do Ruartes e do Conselho Tutelar. Esta última se reveza no plantão, onde cada noite uma região é representada por seu conselheiro. Em apenas uma semana, o estande das ‘Políticas Setorias’ já atendeu inúmeros casos, dentre os quais se destacam dois.

“Fizemos o resgate de uma mãe que veio para João Pessoa para trabalhar e não conseguiu, e por isso estava dormindo na rua com o filho de 2 anos e 9 meses. Acolhemos mãe e filho e após contato com a família, os encaminhamos de volta para Patos. O outro caso foi de um ex-bancário de Pernambuco que perdeu tudo por causa do vício do álcool. Ele também estava dormindo na praia há dez dias e, após a nossa acolhida, ele foi para um abrigo e deverá ser inserido em cursos profissionalizantes oferecidos pela Sedesp para ser reinserido no mercado de trabalho”, citou Valéria Cristina.

O projeto ‘Consultório de Rua’ é realizado em convênio com o Ministério da Saúde e em João Pessoa a iniciativa acontece desde março de 2010. A meta para 2011 é ampliar a equipe para expandir o atendimento à população de rua.

Já no estande da Secretaria de Turismo (Setur), o público pode obter informações sobre a programação dos shows do projeto ‘Estação Nordeste’, ter acesso aos folderes de roteiro turísticos, entre outros materiais informativos.

Na parte das Ações Educativas, três secretarias dividem o espaço: a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), a Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans) e a Secretaria do Meio Ambiente (Seman). Os órgãos do município distribuem panfletos educativos e também expõem as ações desenvolvidas, a exemplo de distribuição de amostra de sabão ecológico, feito a partir de óleo de cozinha usado. No estande, as pessoas também ganham sacolas do projeto ‘Cidade Limpeza, Verão Beleza’, como reforço para evitar sujeira nas praias. O público também conhece as campanhas educativas de trânsito, como a da ciclofaixa, faixa para pedestre, a segurança da cadeirinha para crianças e o trânsito melhor.

A campanha ‘Cada um no seu espaço’, realizada pela STTrans, chamou a atenção da estudante do 4° ano, Luísa Araújo. “Entrei aqui para conhecer a maquete e achei bem interessante tudo. Já estudei sobre trânsito e quando minhas aulas iniciarem vou dizer para os meus amigos o que aprendi sobre respeitar o espaço do outro no trânsito para evitar os acidentes. Vou até falar para meu pai”, disse entusiasmada a estudante de 9 anos. Luísa estava acompanhada da irmã gêmea, de uma amiga e da mãe, Cláudia Araújo, que é psicóloga e educadora. “Fiquei sabendo do projeto pela internet e resolvi trazer minhas filhas. Esse espaço é ideal para se conhecer o que a prefeitura faz e aprender com as campanhas educativas. Estão todos de parabéns”, afirmou Cláudia.

Já a estudante universitária Laura Pucheu, que é argentina, mas mora em João Pessoa há um ano, visitou o estande da Setur. Ela procurou informações sobre a agenda cultural promovida pela Prefeitura. “Gostei muito do espaço, achei legal porque facilita a vida das pessoas, principalmente dos turistas que querem saber informações sobre a cidade e atrações culturais. Dessa forma, podemos organizar nossa agenda e aproveitar o mês das férias”, garantiu a universitária.

O projeto ‘Atitude Verão’ funciona através da união entre mais de 10 secretarias municipais, dentre as quais Secretaria de Meio Ambiente (Semam), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Desenvolvimento Social (Sedes); Saúde (SMS); Guarda Municipal (GM) e Procuradoria Geral do Município (Progem), além da parceria com o Governo do Estado, que reforçou o efetivo de policiais militares na orla. Ao todo, são mais de 300 servidores, além de voluntários, participando das ações.