Projeto Elos vai promover a cultura da paz em escolas

Por - em 58

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) lançou oficialmente na manhã desta terça-feira (22) o ‘Projeto Elos–Educação Cidadã: Caminho para uma cultura de paz’. O objetivo é desenvolver sistematicamente nas escolas municipais atividades pedagógicas que abordem temas como drogas, violência e sexualidade e assim promover uma cultura de paz. A ação será desenvolvida pela Secretaria de Educação e Cultura (Sedec) em parceria com organizações não governamentais (ONGs).

A solenidade aconteceu no ginásio do Clube Cabo Branco, no Bairro de Miramar, e contou com as presenças do prefeito da Capital, Ricardo Coutinho (PSB), além de secretários municipais, como a da Educação, Ariane Sá, parceiros do projeto e alunos da rede municipal de ensino.

Em casa e na escola – Na ocasião, Ricardo Coutinho disse que o Elos não é apenas um projeto e sim um poderoso instrumento de estímulo e cultivo de uma cultura de paz a se instalar dentro das escolas e das casas. “As escolas têm papel fundamental na construção de um novo mundo. Se toda comunidade escolar da rede municipal de ensino estiver no mesmo caminho, no mesmo sentido, seremos cerca de 80 mil pessoas multiplicadoras de conceitos como a paz”, disse o prefeito.

De acordo com a coordenadora do projeto, Jô Oliveira, a próxima atividade do Elos será o ‘Encontro Preparatório para a I Semana da Paz’, que vai acontecer nesta quarta-feira (23), das 8h às 17h, no Auditório da Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e reunirá gestores, professores e especialistas ligados aos temas.

Mobilização – “Esse momento será muito importante para fazermos uma mobilização com essas pessoas. O objetivo é sensibilizá-los e prepará-los para o desenvolvimento de atividades ligadas aos temas transversais. Queremos desmistificar cada um desses temas que serão abordados intensamente com os alunos do Ensino Fundamental II, durante todo o ano”, explicou Jô.

Ela acrescentou que entre os dias 24 a 30 de abril todas as 91 escolas planejarão atividades para a ‘Semana da Paz’ que será realizada na primeira semana de maio. “Cada escola estará preparada para desenvolver a própria programação, pois mesmo seguindo uma linha metodológica, elas serão independentes para usar a criatividade”, relatou.

O Elos prevê também a realização permanente de oficinas semanais e sistemáticas dentro das escolas. Esse trabalho interativo com os alunos fará parte do currículo pedagógico dessas unidades de ensino e, além disso, os professores vão trabalhar os temas do projeto nos encontros da Educação Continuada, que capacitam esses profissionais.

Entre as instituições parceiras estão ONGs como a Amazona, Amor Exigente, Asteias, Centro da Mulher 8 de Março, Cordel Vida, Cunhã Coletivo Feminista, Escola de Formação em Educação Biocêntrica, MovPaz – Rede Desarma Brasil e Outros Voluntários, mais a coordenação municipal do Programa de Inclusão de Jovens (ProJovem), comando da Polícia Militar, entidades religiosas e secretarias municipais.