Projeto Estação Digital já beneficiou mais de cinco mil pessoas

Por - em 57

Com mais de cinco anos em atividade, o Projeto Estação Digital, promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, através da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secitec), já beneficiou mais de cinco mil pessoas com cursos de formação e qualificação na área de Informática e inclusão digital.

Segundo o coordenador do Projeto, José Izidro Alves, a iniciativa desenvolvida pela PMJP é um sucesso e beneficia a população nas mais diferentes faixas etárias. “São crianças, adolescentes, adultos e idosos. A Estação do Centro de Referencia do Idoso, por exemplo, tem grande procura”, comemorou.

Criada em 2009, a Estação Digital do Clube da Pessoa Idosa disponibiliza 20 computadores gratuitamente nos turnos da manhã e tarde.  Para Antônio José, 78 anos, que é aposentado e frequenta o local duas vezes na semana, hoje a Informática é indispensável na sociedade. “Se vamos trabalhar precisamos da computação, se estamos em casa precisamos da internet e de comunicação com o mundo”, disse, Antônio José, acrescentado que o Clube da Pessoa Idosa também é um local de entretenimento para a Melhor Idade. “Aqui conhecemos outras pessoas e fazemos amizade. Aqui é excelente”, avaliou.

O Projeto Estação Digital oferece cursos em 26 Telecentros presentes em 23 bairros da Capital. A comerciante Maria do Rosário, 42 anos, frequenta a Estação Digital, localizada no Centro Social em Mangabeira, aproveitando as horas vagas no trabalho para acessar a internet. “Posso checar e-mail, conversar com familiares e resolver os meus problemas, além de tirar dúvidas com os instrutores”, contou. O site da Estação Digital é o estacaodigitaljp.com.br

Casa Brasil – A Secretaria de Ciência e Tecnologia também conta com a Estação Casa Brasil, no Costa e Silva, que já capacitou mais de duas mil pessoas em quase três anos de funcionamento. No local a população tem acesso a um Espaço Multimídia, onde funciona um laboratório audiovisual, destinado à criação, gravação e tratamento de conteúdos audiovisuais, produção e compartilhamento de conteúdos para a internet.

“Na unidade, os moradores dos bairros vizinhos também são beneficiados com equipamentos modernos, onde o talento da população é valorizado”, destacou o coordenador da Casa Brasil, Pierre Dornelas.

Na Casa Brasil também é disponibilizada a Rádio Web. “Nesse espaço estamos estimulando a produção de conteúdos para rádios livres, web rádio e outros tipos de transmissão pública, com conteúdo e linguagem radiofônica, onde todo o material produzido é publicado na internet”, disse Pierre Dornellas.

Alisson Bezerra, 22 anos, que participa das atividades da Rádio Web, elogiou as oficinas e já tem metas profissionais. “Quero ser radialista”, disse.