Projeto Meu bairro é limpeza tem participação de moradores

Por - em 37

Um arrastão de limpeza no Bairro João Paulo II – zona sul da cidade -, envolveu na manhã desta quarta-feira (20) os moradores, agentes de saúde, escolas e  representantes da Associação de Moradores. A iniciativa da Autarquia Especial de Limpeza Urbana (Emlur) faz parte do Projeto ‘Meu Bairro é Limpeza’, que tem como objetivo atender aos bairros da Capital por meio de ações articuladas com outras secretarias, onde o foco principal é a limpeza urbana, a recuperação de vias e a sensibilização da população, para o acondicionamento adequado do lixo.

Cerca de 150 crianças das escolas municipais Economista Celso Furtado e Darcy Ribeiro estiveram presentes à abertura do projeto naquela comunidade. Agentes de saúde dos PSF do João Paulo II e da comunidade da Citex também participaram do evento. Os alunos receberam informações sobre o projeto e os professores se comprometeram a trabalhar com elas a questão da limpeza no bairro. Segundo dados de 2000 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 14.142 pessoas vivem naquela localidade.

A Emlur envolveu nessa ação mais de 160 pessoas, entre agentes de limpeza, educadores ambientais e fiscais. Os agentes de limpeza iniciaram logo cedo o serviço operacional de varrição, pintura de meio-fio e capinagem pela pracinha, próximo ao campo de futebol, que fica entre as ruas Comandante José E. de Souza e José Tomás de Maria.  As equipes dos setores de educação e fiscalização da autarquia também começaram a sensibilização dos moradores, orientando sobre o acondicionamento correto do lixo e a limpeza de terrenos baldios.

Uma tenda foi armada no campo de futebol para receber dos moradores solicitações, reclamações e tirar dúvidas referentes à Emlur e a outras secretarias. Estas serão, posteriormente, repassadas aos órgãos de origem para que providências sejam tomadas. Só na manhã desta quarta-feira foram contabilizadas mais de dez solicitações, na sua maioria relacionada à limpeza de terrenos. A dona-de-casa, Bárbara Abrantes, que mora no bairro há quatro anos, foi à tenda para solicitar limpeza de terreno baldio. Ela parabenizou a ação promovida pela Emlur. “É importante esse tipo de trabalho para que os moradores não joguem o lixo nas ruas, evitando a proliferação de insetos e o mau cheiro”.

O projeto ‘Meu Bairro é Limpeza’ também conta com ações integradas de outras secretarias. A secretaria de Infraestrutura (Seinfra) vai auxiliar no reparo das vias. Já a Secretaria de Saúde (SMS) disponibilizou equipes do Centro de Zoonoses para a desratização dos terrenos e da Vigilância Ambiental para orientar no combate ao mosquito Aedes aegypti, além de um carro fumacê. De acordo com o supervisor da Vigilância Ambiental naquela área, Everaldo Crispim, já foram encontrados seis focos da dengue no bairro.

O início dos trabalhos foi acompanhado de perto pelo superintendente da Emlur, Coriolano Coutinho, e pelo diretor de Operações, Orlando Soares. Coriolano Coutinho ressaltou a importância do projeto por entender que manter o bairro limpo traz mais qualidade de vida, cidadania e saúde para a população. “Queremos conscientizar as pessoas para que acondicionem o lixo corretamente, evitando jogá-lo nas ruas e em terrenos baldios”.

Para o professor Evandro Nascimento, vice-presidente da Associação de Moradores, a ação da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Emlur, atende as necessidades específicas do bairro. Ele explicou que por ser um bairro extenso, o João Paulo II tem muita dificuldade no que se refere à limpeza, mesmo com a coleta domiciliar regular.
O diretor de Operações da Emlur, Orlando Soares, explicou que o projeto ‘Meu bairro é Limpeza’ está sendo desenvolvido para tornar a cidade ainda mais limpa e também aproximar a população dos serviços oferecidos pela autarquia.

De acordo com o cronograma, depois do bairro João Paulo II, o projeto vai se instalar no Esplanada, em seguida no Ernany Sátyro, depois na Comunidade Gauchinha I e II, no Costa e Silva e, concluindo, no Conjunto Taipa. Na zona sul, o projeto ‘Meu Bairro é Limpeza’ deverá ser concluído em 30 dias e será avaliado pela equipe de técnicos da Emlur.