Projeto paisagístico leva flores e novo gramado a espaços públicos

Por - em 50

As margens da Lagoa do Parque Sólon de Lucena, um dos mais conhecidos cartões postais de João Pessoa, estão passando por um projeto de renovação paisagística. Uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) está limpando e replantando o gramado dos canteiros das palmeiras, que receberão, nos próximos dias, cerca de 2 mil mudas da espécie alamanda amarela. A equipe de paisagismo também realizou na tarde desta quarta-feira (18) o replantio de árvores no canteiro central da Avenida Tancredo Neves, uma das vias mais movimentadas da Capital.

Segundo a diretora de Paisagismo da Semam, Cristiana Cavalcanti, espera-se que até o final de junho surjam as primeiras flores. “Essa espécie é resistente e se mantém sempre florida, então o tom amarelo vai ser uma constante na Lagoa”, diz ela. A diretora lembra, no entanto, que a manutenção do local não depende somente da secretaria, mas também da população. “Nós estaremos sempre podando, adubando e aguando, mas as pessoas têm que fazer sua parte, não sujando e não arrancando as mudas”, enfatiza.

O mesmo trabalho de paisagismo será levado para a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Arte. “Já preparamos o terreno para receber o gramado e as flores, que também serão da espécie alamanda amarela. Começaremos a plantar lá na próxima semana”, diz.

Além desses projetos, a Semam também está replantando árvores nas praças do Caju (Bessa), da Paz (Bancários) e Alcides Carneiro (Manaíra). Em todas elas, as espécies plantadas são nativas, como o ipê e do pau-brasil. “Fora o trabalho de replantio e de paisagismo, também estamos seguindo o calendário da Defesa Civil, que consta de podas e corte de árvores que oferecem risco”, informa Cristiana.

O valor do verde – A vegetação é de grande importância na melhoria das condições de vida nos centros urbanos. Ela oferece proteção contra ventos, diminui a poluição sonora, absorve parte dos raios solares, dá sombra, serve de “casa” para os pássaros e absorve a poluição atmosférica, neutralizando os seus efeitos na população.