Projeto-piloto do Ministério do Trabalho é implantado pelo Sine

Por - em 32

O projeto-piloto do novo sistema de informação do Ministério do Trabalho, que funcionará em todo o País, está sendo implantado no Sistema Nacional de Empregos de João Pessoa (Sine-JP). Com as mudanças, será possível, por exemplo, o encaminhamento de mão-de-obra para vagas de trabalho em todo o território nacional e não apenas no local de residência do candidato. O sistema vai facilitar, também, a liberação do seguro-desemprego e permitirá que os empresários forneçam ao Ministério as informações de admissão e demissão pela internet.

Depois de concluído na Capital, o trabalho será estendido ao resto do Estado. Até o final do próximo mês, todos os órgãos da Paraíba que utilizam dados do Ministério já devem estar operando com o novo sistema. Em seguida, a implantação começará no restante do País.

A mudança está sendo feita pela Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social), nova responsável pelos serviços de tecnologia da informação do Ministério do Trabalho, substituindo a Datamec. O presidente da empresa, Rodrigo Assumpção, esteve em João Pessoa nesta quinta-feira (20) apresentando o novo sistema na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp), gestora do Sine-JP.

De acordo com ele, a escolha de João Pessoa para implantação do projeto-piloto é um reconhecimento ao desempenho do Sistema Nacional de Empregos no município. “É também um reconhecimento do crescimento de João Pessoa no mercado de TI [Tecnologia da Informação]. Estamos conseguindo recrutar, aqui, profissionais preparados e qualificados para o mercado”, declarou durante reunião com o secretário Raimundo Nunes (Sedesp).

O coordenador do Sine-JP, Demócrito (Moca) Medeiros, lembrou que a procura pelos serviços de encaminhamento da mão-de-obra vem superando todas as expectativas. “Quando foi criado, em 2008, o Sine-JP tinha como meta atender a 50 pessoas por dia. Mas já chegamos a receber até 600 pessoas e, hoje, a média é de 300 pessoas”. Até o final de abril, o número de cadastrados no Sine estava em 21.286 e os encaminhamentos ao mercado de trabalho, em 3.052.

Vantagens – De acordo com o presidente da Dataprev, Rodrigo Assumpção, com o novo sistema, os serviços de encaminhamento da mão-de-obra e do seguro-desemprego, desempenhados pelos Sines, ganharão em agilidade e segurança. “Ele fará com que a consulta de todos os dados possa ser feita pela internet”. Ele explica que a base de dados passará a ser nacional e não mais local, permitindo que a oferta de vagas seja feita para todo o País. “E as próprias empresas vão poder entrar diretamente no sistema e cadastrar as vagas”.

Há benefícios também na gestão das informações. “Antes esse serviço era feito por uma empresa privada. Agora, com a Dataprev, o Ministério será gestor e controlador desses dados gerados em todo o País”, explica Rodrigo Assumpção.

Serviço – Atualmente o Sine-JP oferece 75 vagas de emprego para todos os níveis de escolaridade. Os candidatos podem se inscrever no órgão, localizado na rua Cardoso Vieira, 85, bairro do Varadouro, levando documentos (CPF e Identidade) e currículo profissional.