Projeto Pôr do Sol do Hotel Globo tem início nesta sexta-feira com o som instrumental de Fernando Nunes e Trio

Por Adriana Crisanto - em 203

O baixista Fernando Nunes é atração da abertura do projeto Pôr do Sol do Hotel Globo 2020 que acontece no jardim do Hotel Globo, localizado no largo da igreja São Frei Bento Gonçalves, no Centro Histórico. O show está previsto para começar às 16h30, a entrada é gratuita e a classificação é livre. A apresentação é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da sua Fundação Cultural (Funjope).

O repertório desta apresentação inclui músicas autorais, mas também um resumo dos artistas com quem tocou, a exemplo de Cássia Eller, Zeca Baleiro e Nando Reis. “Enfatizo também a música nordestina com meus ídolos como Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga, Dominguinhos e outros. Tudo isso com uma pegada bem rock”, acrescentou Nunes.

O baixista se apresenta juntamente com Tony Augusto (guitarra) e Igor Galindo (bateria). Fernando Nunes, para quem ainda não o conhece, nasceu em Maceió (AL). Começou a tocar com 12 anos em bandas da sua cidade natal. Quando fez 19 anos mudou para Salvador (BA) onde tocou e gravou com vários artistas da Bahia, como Sarajane, Luiz Caldas, Margareth Menezes e outros.

Seguiu para o Rio de Janeiro, em 1993, onde integrou a banda do cantor e compositor Ivan Lins, com quem participou de uma grande turnê pela Europa e Estados Unidos. No ano de 1994, passou a tocar na banda da cantora Cássia Eller até seu último disco, em 2001, o Acústico MTV.

No seu currículo consta ainda a seleção, em 2003, para o 6º Prêmio Visa MPB (edição compositores), ficando entre os 12 finalistas de todo o país. Fernando Nunes foi produtor do CD de Mylene, que atraiu a atenção do produtor Barrett Martin, fundador dos grupos Skin Yard e Screaming Trees, em sua turnê brasileira com Nando Reis. O CD foi lançado em outubro de 2003, nos EUA, México e Canadá por seu selo, Fast Horse/Ryko.

Na música instrumental desenvolveu trabalho chamado Flenks, juntamente com Fernando Caneca (guitarra – Paula Morelembau) e Cesinha (bateria – Ana Carolina), para o qual recebeu cinco indicações ao Grammy Latino de 2001.

Quando perguntado como foi tocar com Cássia Eller ele disse que foi um grande privilégio. “Pois, fiz parte de parte importante da música brasileira, não só musicalmente, mas de uma forma revolucionária, que era o que a Cássia Eller representava com seu comportamento livre. Tudo isso ao som das lindas e inspiradas canções de Nando Reis”, contou Fernando Nunes.

Com o cantor e compositor Nando Reis tocou e gravou o segundo disco da carreira dele, em Seattle, produzido por Jack Endino, produtor do primeiro do Nirvana. Hoje, ele reside em São Paulo e atua no mercado musical brasileiro acompanhando artistas do cenário brasileiro. Atualmente acompanha Zeca Baleiro em turnês nacionais e internacionais. Gravou o DVD de 25 anos de carreira de Oswaldo Montenegro, gravou o último CD e DVD de Paulo Ricardo (Acoustic Live) e da cantora goiana Nila Branco.

AnimaCentro – O projeto Pôr do Sol está inserido no programa cultural AnimaCentro, lançado em dezembro de 2017 pelo prefeito Luciano Cartaxo dentro da política de valorização e incentivo à cultura da prefeitura, como forma de ocupar com as artes todos os espaços revitalizados pela atual gestão.

SERVIÇO:

PROJETO PÔR DO SOL DO HOTEL GLOBO

Atração: Fernando Nunes

Dia: Sexta-feira (17)

Hora: 16h30

Local: Hotel Globo – Centro Histórico

Entrada gratuita