Projeto Sabadinho Bom apresenta grupo ‘Choramigo’ neste sábado

Por - em 26

A próxima atração do projeto ‘Sabadinho Bom’, que acontece neste sábado (12), a partir do meio dia, na Praça Rio Branco, é o grupo ‘Choramigo’. Ele faz parte da cena cultural da cidade, sendo bastante requisitado para shows em eventos do gênero, bares e casas de shows da Capital e outras cidades nordestinas. O projeto, que traz de forma gratuita o que há de melhor do choro na região, já se constitui como importante elemento de fomento e difusão cultural. É uma promoção da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por intermédio da sua Fundação Cultural (Funjope).

O projeto, que já homenageou personalidades da cidade, a exemplo de ‘Camões’, que por muitos anos foi dono de um espaço de convergência social no entorno da praça, atrai a cada edição, um maior número de participantes, com uma média de 300 pessoas nas últimas edições da iniciativa cultural. É importante ressaltar a presença de pessoas de todas as idades, uma vez que o horário é propício ao deslocamento de idosos e crianças. No local, a Funjope disponibiliza um total de 100 cadeiras para o público nos dias de show do projeto.

‘Choramigo’
– O grupo, que se apresenta pela primeira vez no ‘Sabadinho Bom’, toca a mais genuína música urbana brasileira. Surgiu na cena cultural paraibana no ano de 2006, formado por Pelágio Nirício (violão de 7 cordas), o ex-integrante da Orquestra Sinfônica da Paraíba e professor de flauta do Departamento de Música da UFPB, ‘Maropo’ (flauta e sax), Ednor (bandolim), Annderson (cavaquinho) e Alisson no (pandeiro), este último, substituído nesta oportunidade pelo pandeirista Thiago.

No repertório, composições de grandes nomes do gênero ou ‘chorões’ autênticos, a exemplo de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Sivuca, Severino Araújo, Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Anacleto de Medeiros, Waldir Azevedo, Avena de Castro e Rossine Ferreira.

Trajetória – O Choramigo tem se destacado em apresentações em diferentes ambientes da Capital e recantos frequentados pela boemia, como o Sindicado dos Bancários, Ordem dos Músicos do Brasil (Bar Sol Maior), Beco dos Boêmios no Conde, Ancoreta Visual bar, Goiamum do Baiano, Cariocando, Recanto do Sertão, Sindimóveis, além de apresentações fora do Estado, entre elas, na cidade de Santana do Cariri, localizada no sul do vizinho Estado do Ceará.