Projovem Urbano realiza Festival de Arte e Cultura na praça da Paz

Por - em 45

Os alunos do Projovem Urbano de João Pessoa vão expor suas habilidades nesta sexta-feira (27) durante o I Festival de Arte e Cultura, que acontece na Praça da Paz, no bairro dos Bancários, a partir das 16h. Haverá apresentações de dança, teatro, música e artesanato. O objetivo da organização do evento é envolver os jovens numa ação capaz de valorizá-los, estimular a prática de suas habilidades e, assim, atraí-los para a sala de aula e afastá-los das ruas e da evasão escolar.

O Projovem Urbano é um projeto do Governo Federal desenvolvido pela Prefeitura de João Pessoa através da Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), que beneficia pessoas na faixa etária entre 18 e 29 anos, de baixa renda e com pouca perspectiva de ensino. A capital paraibana tem hoje 26 núcleos do Projovem Urbano espalhados por vários bairros, onde estão distribuídos 5.200 alunos. O projeto consiste em aulas diárias, no turno da noite, que capacitam esses jovens para deixá-los aptos a ingressarem no mercado de trabalho.

Algumas temáticas apresentadas durante o festival estão sendo desenvolvidas dentro da sala de aula pelos professores. Um desses trabalhos é o de dança matemática, que leva lições de geometria ao palco. A partir das 17h, no anfiteatro da Praça da Paz, vão se apresentar 21 grupos. Antes disso, às 16h, já estarão sendo apresentados trabalhos manuais sob as tendas montadas no local. Na programação está prevista também a apresentação de um coral de deficientes auditivos, que vão executar o hino nacional em Libras, Linguagem Brasileira de Sinais. No núcleo Zulmira de Novais estudam cinco alunos com este tipo de necessidade especial.

O Festival de Arte e Cultura do Projovem Urbano dará visibilidade aos trabalhos dos alunos e pretende promover a troca de experiências, linguagens e produções dos estudantes, estimulando as diferentes formas de expressão que tragam à tona a capacidade de criar, renovar, discutir, dialogar e mostrar os resultados do processo educativo do curso. Os estudantes vão expor seus talentos na poesia, música, teatro, dança, artes circenses, artes visuais, artes plásticas; além de produções ligadas diretamente ao currículo do curso de forma interdisciplinar.

O coordenador executivo do Projovem, Thiago Pacheco, explicou que o festival é uma oportunidade de intercâmbio e troca de experiências, além de ser um momento de formação, ensino, aprendizagem e valorização dos alunos, que muitas vezes passam por muitas dificuldades. “É importante para eles ter os trabalhos reconhecidos e os talentos apresentados”. Segundo Thiago Pacheco, o festival tem também a finalidade de preparar os alunos para uma mostra nacional que acontece em março, em Brasília.

Atualmente, João Pessoa aparece como uma das cidades em que o índice de evasão é o mais baixo, estando em torno de 20%. Em outras cidades, este percentual chega a aparecer com até 50%, ou seja, metade dos jovens que ingressam no projeto desiste antes do término das aulas.

Confira a programação do festival:

17h – Escola Ana Nery
Coral de Surdos Educadores(as)

17h10 – Escola Aruanda
Hip Hop Shalon

17h20 – Escola Fenelon Câmara
Dança: Porque ficar não dá

17h25 – Escola João Medeiros
Dança: Jovem Comunidade

17h35 – Escola Durmeval Trigueiro
Peça Teatral: Aborto

17h50 – Escola Zumbi dos Palmares
Música: Rap do Projovem

18h – Escola João Gadelha
Dança do Carimbó

18h10 – Escola José de Barros
Grupo de Dança Mistura da Raça

18h20 – Escola Oscar de Castro
Dança Afro indígena
Texto: Experiência no Projovem

18h40 – Escola Raimundo Nonato
Música: Não desisto do Projovem
Dança Matemática

19h – Escola João XXIII
Música: Sala de reboco
Garota e Garoto João XXII

19h15 – Escola Violeta Formiga
Dança

19h20 – Escola Hugo Moura
Dance Day
Estrela do Brega

19h40 – Escola David Trindade
Rap Eu e Projovem

19h50 – Escola Santa Ângela
Teatro: Regatando Vidas

20h – Escola Zumbi dos Palmares
Trio Forró Novo

20h10 – Escola Castro Alves
Dança: Forró
Teatro: Eu sou feliz do jeito que sou e daí?

20h30 – Escola Ana Nery
Coral Vozes do Alto

20h40 – Escola Pres. João Pessoa
Teatro: O Auto da Penha
As Vozes da Letra

21h – Escola Ana Nery
Teatro: Violência Urbana

21h30 – Escola Fenelon Câmara
Coral/Dança
PAZ PELA PAZ