Rádio ‘pé de poste’ alerta sobre a violência contra mulher, na Lagoa

Por - em 28

Para chamar a atenção da população sobre a violência contra a mulher, a Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM) da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) montará no Parque Solon de Lucena (Lagoa) uma estrutura de rádio ‘pé de poste’. A ação acontece nesta sexta-feira (21), a partir das 9h, e tem a parceria da Associação de Prevenção à Aids (Amazona).

A atividade faz parte do projeto de formação do Centro de Referência da Mulher que, junto com a Amazona, trabalhou durante uma semana com adolescentes e jovens de baixa renda sobre a temática da violência de gênero, associando ao trabalho que a entidade faz com rádios comunitárias da grande João Pessoa.

O resultado das oficinas foi a produção do CD ‘Radcom Mulher’, que traz spots sobre a temática, uma rádio-novela relatando a história de uma jovem que sofre violência do seu parceiro, um debate sobre a ‘Lei Maria da Penha’, hip hop e a interpretação do cordel ‘A história de Rosa’, que retrata a vida Rosângela, vítima de violência doméstica e tortura em junho de 2006.

A coordenadora de Políticas para as Mulheres, Douraci Vieira, revelou que o objetivo da atividade é provocar na sociedade, através do rádio, o debate sobre a violência contra a mulher e divulgar a ‘Lei Maria da Penha’. “O rádio, além de ser um instrumento popular, consegue interagir com a população. O programa foi construído pelos jovens e adolescentes das rádios comunitárias de diversos bairros da Capital, estimulando o protagonismo juvenil. Vamos para a rua apresentar o resultado de um processo rico, bem como reafirmar nossa campanha de enfrentamento à violência contra a mulher”, destacou Douraci.

Fizeram parte da formação e da produção do CD ‘Radcom’ os jovens e adolescentes das rádios comunitárias ‘Voz Popular’, da comunidade São Rafael; ‘Independente’, do Timbó; ‘Maré Alta’, de Casa Branca; ‘Sintonia’, da Ilha do Bispo; ‘Diversida’, do Jardim Veneza e ‘Nossa Rádio’, do Conde (Centro e Pousada).