Recife quer utilizar experiência da PMJP nos mercados públicos

Por - em 32

O modelo de realocação de comerciantes na Feirinha de Tambaú pode ser utilizado no ordenamento da feira de artesanato de Boa Viagem, no Recife (PE). Nesta quinta-feira (18), a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável da Produção de João Pessoa (Sedesp) recebeu a visita de representantes da Prefeitura da Capital pernambucana, que vieram conhecer o projeto implantado nos mercados da cidade.

O secretário de Ciências, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico de Recife, José Antônio Betotti, e o presidente da Companhia de Serviços Urbanos do Recife (CSURB), Alexandre Sena, participaram de reunião com o secretário Raimundo Nunes. Em seguida, visitaram o Mercado de Cruz das Armas, a Feirinha de Tambaú e o Mercado do Peixe.“Nossa intenção é conhecer o modelo adotado aqui em parceria com o Banco do Brasil e com os próprios comerciantes”, declarou José Antônio Betotti.

De acordo com ele, a Prefeitura de Recife também já vem mantendo contato com a PMJP com o objetivo de implantar no município um programa de microcrédito orientado nos mesmos moldes do Empreender-JP (Programa Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios). A intenção é utilizar o mesmo sistema de financiamento usado em João Pessoa, com a tributação dos fornecedores da Prefeitura.

“Acreditamos que a Prefeitura de João Pessoa está realizando um bom trabalho, que vem servindo de modelo para outras cidades. Então, mesmo guardadas as proporções em relação a uma metrópole como Recife, acreditamos que podemos utilizar lá alguns dos modelos aplicados aqui”, declarou.