Reclamações de transporte e trânsito caem 34,8% em 2009

Por - em 38

O número de reclamações referentes ao trânsito e transporte urbano em João Pessoa apresentou uma queda de 34,8% em um ano. Em 2008 foram registradas 2.747 reclamações. Um ano depois esse número caiu para 1.789. Os dados são da Central de Reclamação e Informação (Cerin), da Superintendência de Transporte e Trânsito (STTrans), setor responsável pelo atendimento ao público. No mesmo período, o total de solicitações de ocorrências e informações dadas aos usuários pela Central mais que dobrou, passando de 7.004 em 2008, para 14.449, no ano passado, uma média de 1,2 mil a cada mês.

Nos dois últimos anos, os números de solicitações de sinalização e de reclamações referentes a táxi e Zona Azul mantiveram-se praticamente os mesmos. No ano passado, 249 fizeram pedidos de sinalização, enquanto em 2008 foram registradas 255 solicitações. No que se refere a reclamações referentes a táxi e Zona Azul, foram 121 em 2009 e 125 em 2008.

Os passageiros de transporte coletivo também sentiram a melhora no serviço dos ônibus coletivos. O pessoense fez 954 reclamações a menos em 2009 do que no ano anterior. Já as solicitações de ônibus caíram de 324 para 157, uma redução de 51,5%.

“Nos últimos cinco anos, a frota de ônibus coletivos da cidade de João Pessoa tornou-se a mais nova entre todas as capitais nordestinas, com idade média de 3,8 anos. Essa renovação vem interferindo diretamente na qualidade do serviço que é prestado à população e isso pode ser notado através dos números, pois como a população está mais satisfeita, cai a quantidade de reclamações”, comentou a superintendente da STTrans, Laura Farias.

De acordo com Laura Farias, esse levantamento demonstra não só que a população da Capital está cada vez mais consciente sobre a educação para o trânsito, seus direitos e deveres, como também mais satisfeita com o serviço prestado pelo órgão que planeja, coordena e executa políticas de melhoramento nas vias da cidade.

Atendimento por telefone – No atendimento à população, são feitas solicitações a respeito de lombada ou semáforos com defeitos, consulta de placas, quadro de horário dos ônibus e recursos de multas, por exemplo. Através da Cerin, o usuário pode informar sua demanda, por telefone ou pessoalmente, e deixar o nome e um número de telefone celular.

No ano passado, a Central recebeu um novo sistema para melhorar o atendimento à população e agilizar a resposta das demandas dos usuários. Através do software que recebeu o nome de Siscerin (Sistema do Cerin), a Central passou a encaminhar, no mesmo dia, uma mensagem de texto com o número do protocolo e o andamento da demanda no órgão, no atendimento ao usuário que solicitar algum serviço. Os dados são sigilosos e só podem ser acessados pelos funcionários do setor. O número é o 0800 281 1518.