Reformas deixam cemitérios prontos para receber visitas no ‘Dia das Mães’

Por - em 31

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) preparou os seis cemitérios públicos da cidade para a visitação no domingo (11) ‘Dias das Mães’, data em que o movimento costuma ser intenso nesses locais. Em todos eles, o funcionamento será das 6h30 às 19h, mas somente no Senhor da Boa Sentença, no Varadouro, haverá missa pela manhã, às 9h30, celebrada pelo arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto.

Sob a responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), os cemitérios passaram por reformas físicas e administrativas ao longo desta gestão. Em dois deles, o do Cristo Redentor – no bairro do mesmo nome – e o São José, em Cruz das Armas, foram realizadas obras de verticalização que abriram 760 novas covas rotativas e 560 novos ossuários. Com isso, os cemitérios públicos de João Pessoa dispõem de vagas até o ano de 2020.

Banco de dados – Depois das transformações físicas, os cemitérios passaram a ter ações administrativas mais eficazes. A Divisão de Cemitérios – que funciona na Sedurb no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, criou um banco de dados eletrônico onde se pode localizar todos os detentores de concessão perpétua nos cemitérios.

Além disso, todas as ações inerentes são registradas semanalmente pela Sedurb, que obtém as informações através de relatórios enviados pelos administradores dos equipamentos. Nos relatórios constam também todas as taxas recebidas e despesas realizadas. As transferências de restos mortais para as universidades são realizadas mediante convênios e têm acompanhamento da PMJP e Curadoria do Cidadão.

Mapas de orientação
–Nos cemitérios São José (Cruz das Armas), Cristo (Cristo Redentor), Santa Catarina (Bairro dos Estados), São Sebastião (Valentina Figueiredo) e Penha (Praia da Penha), estão instalados mapas medindo 1,50 x 2,00 metros que detalham toda a área interna, com a numeração das quadras, o que facilita a localização dos túmulos por parte do visitante. Por causa de sua área maior e o grande número de túmulos e covas (12 mil e quinhentos), o cemitério Senhor da Boa Sentença ainda não dispõe do recurso, que deverá ficar pronto até agosto deste ano.