Representantes da classe artística são eleitos para comissão do FMC

Por - em 23

Os representantes da classe artística na Comissão Deliberativa do Fundo Municipal de Cultura (FMC) foram eleitos, por unanimidade, na tarde desta sexta-feira (9) no auditório do Paço Municipal, no Centro da Capital. A assembléia foi coordenada pela equipe da Fundação de Cultura de João Pessoa (Funjope).

Os cinco membros titulares eleitos na assembléia foram os ativistas culturais, Edílson Alves (Companhia Paraibana de Comédia), Renata Mora (Grupo de Teatro ‘Ser Tão’), Josinaldo Flores (Federação das Quadrilhas Juninas do Estado da Paraíba), Renato Alves (Classe Audiovisual) e Egra Souto (Dança).

Marcio Marciano (Coletivo Alfenim de Teatro) e José Coelho e Otto Cabral (Associação Brasileira de Documentaristas –ABD), são os suplentes da comissão.

FMC – Para esta edição, o Fundo Municipal de Cultura (FMC) vai disponibilizar recursos da ordem de R$ 1 milhão. Este valor representa um acréscimo de R$ 300 mil, comparado com o edital do ano passado. O financiamento abrange várias áreas artístico-culturais, com o objetivo de melhor atender a demanda existente na cidade.

História – O FMC foi instituído em de dezembro de 2001 por meio da Lei nº 9560, sendo regulamentado pelo Decreto nº 4469, assinado em 7 de dezembro de 2001. A partir daí, passou a ser um fundo de incentivo financeiro, e não mais um mecenato (renúncia fiscal).