Ricardo anuncia construção de novas 114 casas pelo PSH

Por - em 38

“Toda pessoa tem o direito de morar com conforto”. A afirmativa é do prefeito Ricardo Coutinho que no início da noite desta terça-feira (17) esteve na comunidade do Taipa, no bairro do Costa e Silva. Ele foi entregar oficialmente as 23 casas populares construídas através do Programa de Subsídio à Habitação (PSH), numa parceria entre o Governo Federal e a Prefeitura de João Pessoa (PMJP).

“Entregar casas é uma das ações da Prefeitura que eu tenho mais orgulho. Temos o exemplo do condomínio do Gervásio Maia, onde beneficiamos famílias que moravam em abrigos de lona de sete acampamentos na cidade. Além de casas, estamos dando a essas comunidades toda a infraestrutura necessária como saneamento, calçamento, entre outras melhorias. Estamos dando a essas pessoas a igualdade nas condições básicas de vida”, destacou Ricardo Coutinho.

Está é a terceira ação da Prefeitura de João Pessoa em benefício dos moradores do Costa e Silva. De acordo com a secretária de Habitação (Semhab), Emília Correia Lima, na primeira etapa o governo entregou 22 casas e na segunda assinou a Ordem de Serviço para o projeto de reurbanização das comunidades do Taipa e Nova Vida. “Aprendemos o caminho e hoje estamos voltando para entregar outras 23 moradias dignas. E esse projeto não termina por aqui”, garantiu a secretária.

114 casas – Em seu discurso, o prefeito anunciou outro beneficio para a comunidade. A prefeitura iniciou a construção de outras 114 unidades habitacionais. O projeto prevê pavimentação e urbanização. “Só nestas duas comunidades estamos investindo mais de R$ 7.700.000,00. Vamos retornar aqui no início de 2010 para entregar as novas casas com saneamento e calçamento. Quero dizer também que agora em dezembro o nosso governo vai entregar a casa de número cinco mil. O que representa que cinco mil famílias hoje vivem melhor, com dignidade”, destacou.

Quem sabe da importância desse projeto habitacional são as pessoas que durante anos moravam em casas de taipa, que inclusive deu nome a comunidade. Uma das famílias beneficiadas foi a da aposentada Rosinete Costa da Silva, de 65 anos. Ela definiu a nova casa como uma benção de Deus. “ Esta casa é uma maravilha. Moro neste mesmo lugar há 35 anos e sofri muito quando chovia, pois pensava que a minha casa fosse cair. Aqui, moram 10 pessoas, inclusive meus bisnestos e hoje bato no peito e digo que posso ter uma velhice tranquila”, disse emocionada a aposentada.

PSH – As casas edificadas pelo Programa de Subsídio à Habitação (PSH) são imóveis padrão e contam com área total de 37,2 metros quadrados distribuídos em sala, cozinha, banheiro e dois quartos. Todas dentro do conceito de habitabilidade e garantia de qualidade de vida aos seus moradores.

O Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH) objetiva oferecer acesso à moradia adequada a cidadãos de baixa renda por intermédio da concessão, tornando possível, após contrato assinado, realizar a transformação, em alvenaria, de casas de taipa e imóveis em situação de risco.