Ricardo assina ordem de serviço na comunidade Pe. Hildon Bandeira

Por - em 101

O prefeito Ricardo Coutinho assina nesta terça-feira (23), às 15h, Ordem de Serviço na Comunidade Padre Hildon Bandeira, na avenida Beira Rio, para a execução do Projeto Integrado que vai proporcionar oportunidades de trabalho e renda para famílias em situação de vulnerabilidade social. Serão beneficiadas famílias das comunidades padre Hildon, Brasília de Palha, São Rafael e do entorno, além de 12 Grupos de Produção de vários bairros da Capital. A previsão de investimento no Projeto desenvolvido pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), em parceria com o Governo Federal, é de aproximadamente R$ 228.842,66.

Na comunidade Brasília de Palha será implantada uma Unidade de Inclusão Produtiva em Lavanderia, que transformará a antiga lavanderia pública em um local semi-industrial, dotado de todos os equipamentos necessários para proporcionar atividades econômicas que contribuam com a geração de renda para cerca de 30 famílias que utilizam o local.

O projeto ainda prevê a instalação de uma Unidade de Inclusão Produtiva em Panificação (padaria), na Comunidade São Rafael, que beneficiará um grupo de 20 jovens. O grupo é apoiado pela ONG Amazona e são acompanhados pela Incubadora de Empreendimentos Solidários da Universidade Federal da Paraíba (Incubes/UFPB), na perspectiva de constituírem um empreendimento solidário.

Outra ação que será fortalecida é a assessoria aos empreendimentos solidários que estão em fase de iniciação e dos já existentes, qualificando e orientando-os quanto a sua atividade econômica e viabilidade, autogestão, processo de escoamento de produtos, vivência da democracia e das decisões coletivas e as perspectivas de cidadania. Inicialmente serão atendidos 12 Grupos de Produção, beneficiando em torno de 270 famílias.

Segundo a diretora da Economia Solidária e Segurança Alimentar e Nutricional (Direcosan), Vaulene Rodrigues, a economia solidária traz consigo uma outra perspectiva do trabalho. Alimentamos um novo olhar para a geração do emprego e renda pautada em princípios éticos e políticos que visam a autonomia da classe trabalhadora de forma empreendedora social. A PMJP busca despertar na comunidade este novo olhar para o trabalho e de forma consistente proporcionar novas oportunidades”, disse.

As Unidades de Qualificação e Inclusão Produtivas instaladas em vários bairros da Capital pela Prefeitura de João Pessoa tem como objetivo fortalecer iniciativas de pessoas ou grupos para produção, incluindo-as no mundo do trabalho e em novas experiências econômicas, baseadas na autogestão e solidariedade. O público envolvido nestas iniciativas é oriundo da população em situação de vulnerabilidade social, que estão em processo de organização para superar a situação de pobreza e de conquistar direitos humanos e sociais.