Ricardo cumpre meta e instala Conselho Político Municipal

Por - em 17

“Estamos cumprindo mais uma etapa do nosso plano de governo”. Foi o que afirmou no final da manhã desta quinta (13) o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) ao instalar, durante solenidade na Ordem dos Advogados do Brasil- Seção Paraíba (OAB-PB), o Conselho Político Municipal de João Pessoa. “Estamos constituindo um fórum onde as representações partidárias que têm identidade com o governo terão um espaço para debater, formular propostas e interagir com a administração. É um espaço dos partidos, com o objetivo de contribuir na formatação e na consolidação do processo de transformação que essa cidade vem vivenciando”, enfatizou o prefeito.

Segundo o prefeito Ricardo Coutinho, o Conselho será um espaço periódico de reuniões onde o governo deve prestar contas das suas propostas, daquilo que ocorreu, do que vai ocorrer, ouvir sugestões e analisar também a conjuntura política para que essas forças políticas que caminham conjuntamente possam se estabelecer e continuar o processo que elas estão construindo dentro da cidade de João Pessoa.

Além de discutir questões administrativas, o Conselho vai discutir também questões políticas da cidade, destacou Ricardo, citando como exemplo a composição de uma chapa para as eleições municipais do ano que vem, dando continuidade ao projeto que vem governando João Pessoa.

Coordenado pelo prefeito, o Conselho Político Municipal será integrado por um representante de cada partido da base aliada do governo, que hoje conta com 13 legendas: PT, PC do B, PMDB, PSB, PP, PGT do B, PRB, PRTB, PTB, PSC, PRP, PSDC e PPT. A cada partido caberá indicar como membro efetivo o presidente do seu diretório ou comissão provisória municipal. O suplente do representante também deve ser da direção partidária ou comissão provisória. Todos terão espaço para discutir e debater temas de interesse da cidade, cooperando e opinando sobre a melhor forma de aplicação das políticas públicas municipais.

O que representa
– Políticos, representantes de partidos, da sociedade civil, igreja e autoridades, que lotaram o auditório da OAB, destacaram a iniciativa. Para o arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, a iniciativa corresponde ao exercício da democracia participativa. “O prefeito Ricardo Coutinho tem se demonstrado um verdadeiro chefe de estado. Este homem tem uma visão de presente e de futuro invejável. Esta é a melhor forma verdadeiramente democrática. Porque o mérito da questão é chamar partidos, instituições, as forças vivas da sociedade com objetivos comuns, seja nas suas diferenças, nas suas especificidades, mas tendo metas muito claras de compromisso com João Pessoa, com a Paraíba. Com o Conselho fica muito mais fácil de você sondar opiniões, apresentar proposições e isso é o que nós precisamos”, declarou Dom Aldo.

Para o presidente do PC do B, Hagamenon Sarinho, João Pessoa vive um momento histórico. “A instalação do Conselho é um avanço no processo democrático que vive a cidade. Ele vem engrandecer e ampliar esse processo”, declarou. O vereador Watteau Rodrigues (PC do B), lembrou que a implantação do Conselho sempre foi defendido pelo PC do B desde a campanha política passada. “É extremamente importante a existência desse Conselho, porque ele vai ajudar a dirimir muitas questões de ordem política”, frisou.

A cidade de João Pessoa e a administração municipal ganham muito com a instalação do Conselho, segundo destacou o secretário de Gestão Governamental e Articulação da Prefeitura (Segap), Jorge Camilo (PT), que participou de todo o processo de discussão e instalação do fórum. “O conselho é um marco no avanço da democracia na nossa cidade. Estamos fazendo história. Ele reúne todos os partidos políticos que hoje entendem que a administração municipal vem dando certo e precisa avançar. É um conselho consultivo, que irá debater temas interessantes, profundos da sociedade, sob o comando do prefeito Ricardo Coutinho. A cidade de João Pessoa ganha no sentido de que o conselho vai visar o fortalecimento da ação democrática, da ação administrativa”, destacou Camilo.

O secretário informou que, por determinação do próprio prefeito, a Segap fez todo o levantamento dos partidos que o integram o fórum, se articulando e conversando com cada uma das 13 legendas que compõem o Conselho. “E hoje os partidos estão todos juntos, compondo uma ampla frente democrática que irá, cada vez mais, modificar a estrutura e a cultura política da nossa cidade”, frisou.

O presidente municipal eleito do PT em João Pessoa, advogado Anselmo Castilho, que na oportunidade representou a OAB, elogiou a iniciativa da Prefeitura, ressaltando que ela coloca a perspectiva de representatividade e de integração do poder público municipal com a sociedade.

Para o vereador Tavinho Santos, do PTB, o Conselho fornece aos partidos da base aliada mais condições para que eles participem mais efetivamente das ações políticas administrativas da administração municipal. “No momento que o prefeito desejar ter a opinião de todos os partidos sobre questões administrativas, uma mudança dentro da administração ou de discutir algum projeto para cidade, ou também de ordem política, ele pode nos consultar”.