Ricardo inaugura nos Ipês escola Luiz Augusto Crispim

Por - em 192

O prefeito Ricardo Coutinho (PSB) inaugurou a oitava escola-padrão do município na manhã desta sexta-feira (22). A nova escola recebeu o nome do jornalista, advogado e escritor Luiz Augusto Crispim e está localizada localizada no Bairro dos Ipês. Cerca de 1.200 estudantes serão beneficiados.

Durante a solenidade de inauguração, o prefeito destacou as obras da administração municipal, especialmente as realizadas na área de educação. “Essa é a oitava escola que a prefeitura entrega a população, além dos dez Creis, todas construídas com recursos próprios do município. A cidade ganhou 168 salas de aula durante a atual gestão municipal, o que aponta que a prioridade estabelecida não é a do discurso, mas o do fazer. Através disso não fazemos apenas educação, estamos construindo Democracia, quando damos bases iguais para todos”, afirmou Ricardo Coutinho.

A obra teve investimento de R$ 1.923,501,51 e dispõe de 10 salas de aula, auditório, sala de informática, laboratório de ciências, biblioteca, refeitório, coordenação pedagógica, cozinha, banheiros, secretaria, arquivo, pátio coberto, sala de professores e diretoria.

A filha do homenageado, Teresa Crispim, estava acompanhada do irmão, Luiz Augusto Crispim Filho. Ela agradeceu a homenagem feita pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e disse que se tornará ‘amiga íntima’ da escola, revelando que fará a doação de 200 livros para a biblioteca. “Aqui serão formados muitos cidadãos de sucesso”, declarou.

Transferência– Os primeiros alunos beneficiados com a nova unidade serão aqueles atendidos na Escola Municipal Ubirajara Pinto Rodrigues, que passará a atender só o ensino fundamental I. A transferência das turnas terá início na próxima semana disponibilizando o ensino fundamental II e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Para Vera Lúcia Tomaz de Aquino, que cursa o EJA e também é mãe de dois alunos, a Escola Escritor Luiz Augusto Crispim estava sendo esperada com muita ansiedade. “Agora vamos ter computadores, um prédio melhor, mais segurança e qualidade de ensino”, disse.